• Assinantes
  • Autenticação
  • Negócios
    Quarta-feira, 25 de março de 2015, atualizada às 18h46

    Indústria de alimentos pretende gerar mais de 600 empregos em Juiz de Fora

    Negócio

    Nesta quarta-feira, 25 de março, o prefeito Bruno Siqueira e acionistas da M. Dias Branco S.A. Indústria e Comércio de Alimentos assinaram protocolo de intenções para a instalação de uma fábrica em Juiz de Fora, durante evento no Premier Park Hotel. A empresa reconhecida nacionalmente é produtora de massas e biscoitos. Os investimentos iniciais são da ordem de R$ 305 milhões, a serem realizados em até cinco anos, com a geração de mais de 600 empregos, entre diretos e indiretos. Se confirmado, este será o segundo maior investimento individual que o município receberá nos últimos anos, atrás apenas dos aportes da Mercedes-Benz, em sua implantação e adaptação para produção de caminhões.

    Estavam presentes o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Altamir Rôso; do vice-prefeito de Juiz de Fora, Sérgio Rodrigues; do presidente da Câmara Municipal, Rodrigo Mattos; secretários municipais e autoridades locais.

    "Este protocolo é a prova de que Juiz de Fora está no caminho do desenvolvimento com qualidade de vida. Nossa localização, estrutura logística, mão-de-obra capacitada e perspectivas de crescimento são diferenciais hoje no país. Ao longo dos últimos anos, estamos nos esforçando muito para criar e fomentar esse ambiente de negócios tão importante no momento nacional. E o interesse de uma empresa como a M Dias Branco pela nossa cidade só nos dá orgulho e a certeza de que estamos correto", afirmou o prefeito Bruno Siqueira.

    Para viabilização do empreendimento, o protocolo de negociações com a Prefeitura de Juiz de Fora inclui apoio institucional e incentivos tributários. A indústria irá, inicialmente, produzir massas e biscoitos, mas a empresa já analisa a possibilidade de implantação de um moinho, para a venda de matéria-prima básica para panificadoras e produtores em geral, o que poderá aumentar o número de empregos em mais de 150 vagas, conforme anunciou o presidente do Conselho de Administração da Companhia e acionista-fundador e controlador da M. Dias Branco, Francisco Ivens Dias Branco.

    Já contando com a expansão, a unidade deverá ser construída em um terreno de 600 mil metros quadrados, em fase de definição, na BR-040. Quatro áreas foram visitadas pelo prefeito e acionistas da empresa em um sobrevoo realizado na manhã desta quarta-feira.

    Diretor vice-presidente de Investimentos e Controladoria da M. Dias Branco, Geraldo Luciano Mattos Júnior, destacou a gestão da cidade como fator decisivo para a atração da empresa. "Estamos aqui porque sabemos que Juiz de Fora é uma cidade bem gerida, com localização estratégica e facilidade logística, além de mão de obra qualificada, com boas universidades, o que qualquer empresa privada procura. Uma das melhores opções para investimentos no Brasil."
    Atração de investimentos

    A ação de atração do empreendimento para o município reflete o esforço conjunto entre a Prefeitura de Juiz de Fora e o Governo de Minas Gerais, com o qual foi celebrado um protocolo de intenções em dezembro do ano passado, prevendo a instalação da fábrica na cidade. "Minha presença aqui é prova da importância que Juiz de Fora tem para o estado de Minas, e o Governo reconhece o potencial de crescimento do município. Vemos este como um grande investimento do nosso estado, que irá gerar empregos e desenvolvimento social", declarou o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Altamir Rôso. "A Secretaria de Estado está à disposição para que a planta comece a operar o mais rápido possível. E que Juiz de Fora receba não só este, mas muitos outros empreendimentos", completou.

    O secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Geração de Emprego e Renda da Prefeitura de Juiz de Fora, André Zuchi, lembrou que este é o resultado de um grande esforço que a administração municipal, através das secretarias, vem fazendo para atrair empreendimentos para o município. Sobre a M. Dias Branco, o secretário lembra que, além da geração de empregos de qualidade, os impostos arrecadados proporcionam soluções para a crescente demanda social. "O sucesso do empreendimento é resultado da articulação do estado, município e instituições que atuam no setor. Sem um objetivo em comum, torna-se muito difícil a implantação do empreendimento na cidade. A atração de empresas é como uma pescaria: precisa de bons equipamentos. É importante uma estrutura adequada e profissional", disse. Zuchi lembrou, ainda, que a empresa, do setor de alimentos, diferencia-se das demais no cenário econômico, resistindo à crise e avançando em momentos de crescimento do país.


    Com informações da PJF

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.