• Assinantes
  • Autenticação
  • Saúde

    Sexta-feira, 16 de maio de 2008, atualizada às 14h50

    Índice de dentes cariados perdidos e obturados em crianças de Juiz de Fora caiu no últimos anos. Nova pesquisa começa na próxima semana



    * Da Redação

    A partir da próxima segunda-feira, dia 19 de maio, o Departamento de Saúde Bucal da Secretaria de Saúde, Saneamento e Desenvolvimento Ambiental (SSSDA) inicia o Inquérito Epidemiológico de 2008, em crianças de até 12 anos. A primeira instituição a participar será a Creche Central (rua Halfeld 1.174), com início às 8h.

    O trabalho tem como objetivos fazer um levantamento das condições da saúde bucal das crianças de Juiz de Fora e controlar a melhoria dos resultados obtidos.

    Os atendimentos são realizados em crianças de três faixas etárias: entre 18 e 36 meses de idade (280 crianças), com cinco anos de idade (381 crianças) e 12 anos (384 crianças). O Índice de Cariados Perdidos e Obturados por Dente (CPOD) é o que mede o resultado de cada cidade.

    Dados divulgados pela assessoria de comunicação da Secretaria de Saúde, no ano de 1998, em Juiz de Fora, o CPOD em crianças de 12 anos foi de 2,14 dentes atacados pela cárie; em 2002, a média foi para 1,80, e, em 2005, caiu para 1,75.

    Segundo a chefe do Departamento de Saúde Bucal, Maria Aparecida Baeta Guimarães, o índice revela que a qualidade do tratamento oferecido pela rede pública reflete na melhoria na condição de saúde bucal das crianças.

    O projeto é realizado a cada três anos, com a participação de 15 profissionais. A definição das escolas e creches que vão participar do programa é feita por sorteio, que inclui as escolas da área rural.

    Ilustração: Laura Martins Ferreira. Ilustração de um dente sorrindo

    * Informações veiculadas com base no release enviado pela Prefeitura de Juiz de Fora



    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.