• Assinantes
  • Saúde

    Banco de Dentes Humanos incentiva doações O Banco de Dentes favorece as pesquisas na odontologia, além promover a conscientização sobre a importância do dente como um órgão

    Daniele Gruppi
    Repórter
    10/12/2008

    A Faculdade de Odontologia da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) começa a receber, a partir desta quarta-feira, dia 10 de dezembro, doações de dentes para ampliar seu Banco de Dentes Humanos. A organização do banco começou a ganhar força na instituição em 2004 e, agora, vai favorecer as pesquisas na área, além promover a conscientização da comunidade sobre a importância do dente como um órgão.

    A partir do quarto período, os alunos da graduação precisam de dentes para os estudos. Segundo a voluntária do Banco de Leite Isabela Sandim (foto abaixo), era preciso recorrer aos consultórios para conseguí-lo. O diretor da Faculdade de Odontologia, professor Antônio Márcio Resende do Carmo (foto abaixo), conta que, à vezes, havia procura em cemitérios e também em postos de saúde. Com a dificuldade para obtenção, os dentes eram comercializados.

    Em 1997, com a reformulação da Lei de Transplantes, os dentes foram reconhecidos como órgãos e, desde então, sua negociação passou a ser proibida. Carmo afirma que com a implementação do Banco, as práticas ilegais para obtê-los e também as aquisições de dentes contaminados vão ser evitadas. "Os alunos e pesquisadores poderão recorrer ao Banco para a prática laboratorial e desenvolvimento de pesquisas científicas."

    O diretor destaca, ainda, que o uso de dentes humanos passa por modificações, e que o Banco de Dentes se tornou fundamental. "O Comitê de Ética não permite o desenvolvimento de pesquisas com dentes sem que haja identificação de sua origem. Sem a autorização do doador, qualquer pesquisa desenvolvida não tem validade e não pode ser publicada e nem apresentada em congressos."

    Foto do
diretor com a Isabela (voluntária Foto do
freezer com dentes armazenados Foto
de dentes armazenados

    Os dentes podem ser doados por profissionais da área ou por qualquer pessoa que esteja com eles em mãos. Ao serem entregues no Banco, o diretor explica que serão manuseados corretamente, catalogados e acondicionados, para, depois, serem utilizados. "Aceitamos doações não apenas de dente de leite, como também de dentes permanentes, pois conseguimos aproveitar até mesmo as raízes."

    O Banco de Dentes conta com uma equipe de coordenação, bolsistas, voluntários e funcionários técnico-administrativos. A voluntária Cristiane Oliveira de Souza diz que o trabalho no projeto é uma oportunidade para aprimorar os conhecimentos . "Aprendemos como manusear os dentes, técnicas de armazenamento e procedimentos pré-clínicos."

    Com investimentos de R$ 400 mil, a Faculdade também implementou um laboratório de pesquisa, que vai desenvolver estudos atrelados ao Banco de Dentes. Carmo declara que será feita uma divulgação do Banco, e que todos os profissionais que atuam em Juiz de Fora e região serão incentivados a fazer a doação. "Vamos começar a despertar a consciência de que se é possível doar dentes, é também possível doar outros órgãos."

    Doação
    Quem pode doar?

    Profissionais da Odontologia ou qualquer pessoa, independente da idade.

    Como doar?

    Os dentes podem ser entregues na Secretaria da Faculdade de Odontologia e devem ser embebidos em água mineral ou secos. Podem também ser remetidos através de cartas. Neste caso, devem ser embalados em gases para uma melhor proteção. Deve-se acrescentar, também, uma carta de doação, contendo nome, número da identidade do doador, assim como a quantidade de dentes doados.

    Horário para doação e local

    Das 8 h às 11 h e das 14 h às 17 h, na secretaria da Faculdade de Odontologia, que fica no Campus Universitário, s/n, bairro Martelos, em Juiz de Fora. Cep: 36.036- 330. Telefone: (32) 2102-3850.

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.