• Assinantes
  • Autenticação
  • Tecnologia

    O fenômeno Instagram atrai adeptos pela instantaneidade e inspira novos recursos

    Em setembro, o aplicativo chegou aos 100 milhões de usuários. Além de retratar a vida cotidiana, os usuários apostam no potencial profissional da ferramenta

    Nathália Carvalho
    Repórter
    21/9/2012
    instagram

    De maneira simples, uma foto tirada em uma viagem de família vai parar em inúmeras redes sociais e atinge aos milhares de usuários online. O clicar instantâneo leva o registro do momento para além do presencial e promove a interatividade de maneira extremamente eficiente. Quem já possui o aplicativo e rede social Instagram garante como tal funcionalidade pode trazer certos benefícios, até mesmo para o ramo dos negócios. E a popularidade é alta. Para se ter uma ideia, no último dia 11 de setembro, o aplicativo chegou aos 100 milhões de usuários em todo o mundo, um aumento de 20% em apenas dois meses.

    O Instagram é um recurso recente, foi criado em 2010 por Kevin Systrom e pelo paulistano Mike Krieger. Mas, seus recursos de tirar foto, aplicar um filtro e depois compartilhá-la caíram rapidamente no gosto dos usuários de redes sociais. E os números impressionam, ainda mais quando acrescenta-se que, em setembro, o Instagram atingiu a marca de 11 milhões de usuários ativos por dia, segundo um estudo divulgado pela empresa independente AppData. Isto representa um crescimento de 1.179% desde que o Facebook comprou a empresa em abril, pagando US$ 1 bilhão por ela. Neste período, foi quando o aplicativo lançou sua versão também para Android, sistema do Google, visto que antes ele era voltado apenas aos usuários da Apple.

    Quem já aderiu à ferramenta, há cerca de seis meses, foi a jornalista Sayonara Toledo, que usa diariamente a rede social para tirar fotos de momentos pessoais, de pequenos objetos, de flores e de atividades cotidianas. Ela conta que comprou um Iphone pela curiosidade de conhecer o Instagram. "Como eu tenho uma filha de cinco anos, gosto de registrar o crescimento dela por meio das fotos. E acho um artifício muito interessante porque, além da comodidade e facilidade de usar, ainda tem os recursos e filtros que deixam as fotos bem mais bonitas", conta.

    Aplicação profissional

    Além disso, Sayonara, que também é fotógrafa, acredita que redes sociais, como o Instagram, dão mais liberdade ao profissional, que pode demonstrar um lado artístico baseado em outro tipo de estética. "Ficamos mais à vontade sem o compromisso e essas fotos autorais revelam uma característica mais leve, que flui melhor. E, além disso, temos uma troca positiva nas redes sociais, conhecendo esse lado dos fotógrafos", comenta.

    fotoOpinião compartilhada pela também fotógrafa Raphaela Campos, que já usa o Instagram há cerca de quatro meses e tem o hábito de postar cerca de 10 a 15 fotos com o aplicativo por semana. Ela, que trabalha em uma casa de show da cidade, diz que costuma publicar as fotos no momento em que as apresentações estão acontecendo, como forma de divulgação (foto ao lado). "É a hora que tenho para mostrar esse outro lado, além do profissional. Isso acontece também em ocasiões em que tiro uma foto de algo que gosto muito. Aí eu registro pelo Instagram na mesma hora e posto. Fico animada de não ter que esperar chegar em casa, descarregar o cartão, editar para colocar na internet", comenta. Ela diz, ainda, que a ferramenta possibilita uma boa interação com o público, "que acaba sentindo o momento e fazendo parte daquela noite".

    E o caso da aplicação profissional que Raphaela oferece para o aplicativo não é o único. Diversas empresas do Brasil já aderiram ao artifício para poder gerar interatividade com os clientes e seguidores das redes sociais. O assessor de comunicação da Óticas Kika, Leandro Zacarias, explica que o uso da ferramenta garante um ótimo retorno para a divulgação dos produtos e aposta no uso dos recursos para a postagem de fotos diferenciadas (foto abaixo). "Fazemos fotos de tudo que julgamos interessante para os clientes e resolvemos deixar uma pessoa por conta de fazer esse trabalho, em uma estratégia voltada para as redes sociais. E a resposta do público é imediata, principalmente quando queremos atingir o público jovem", conta.

    instagramOutro que usa a ferramenta diariamente tanto pessoal quanto profissionalmente é o empresário Samir Iásbeck, que apesar de apostar na durabilidade da ferramenta, acredita que ainda faltam alguns recursos para ela ficar mais prática. "Acredito que o Instagram seja uma das redes sociais mais interessantes depois do próprio Facebook e oferece um bom retorno profissional. Mas o Facebook, já poderia ter incorporado alguns recursos nela e lançar outros que também já demonstram potencial", explica.

    Iásbeck já possui mais de 5.400 seguidores no Instagram e se diz viciado em redes sociais, acompanhando diariamente a evolução das mesmas. "Acho interessante que alguns usuários desse aplicativo optam por desempenhar determinado conceito. Tenho amigos que só postam fotos de grafite, outro que só tira fotos de montagens de ambientes, por exemplo. No meu caso, o foco é sempre voltado para a internet", conta. Além disso, o empresário comenta que sempre usa os recursos de hashtag (caracterizada pelo símbolo #) e citações, além dos próprios filtros do aplicativo, na hora de postar as fotos. "São formas de incitar as pessoas, de conquistar ainda mais visibilidade", comenta.

    Novos recursos

    Devido à alta popularidade, além da inspiração de tirar fotos, o aplicativo está servindo também de guia para o desenvolvimento de uma câmera fotográfica chamada Socialmatic Camera (foto abaixo, à direita). Segundo o fabricante, o lançamento oficial será em meados de 2013 e o produto terá uma impressora interna com direito a reservatório de tinta e de papel fotográfico, para que os usuários possam imprimir os cliques rapidamente. Além disso, estarão disponíveis recursos no equipamento como 16 GB de armazenamento, conexão wi-fi e tela de 4.3 polegadas touchscreen.

    Outra novidade é a criação de um porta-retratos digital, chamado de Instacube (foto abaixo, à esquerda). Através do gadget, que é desenvolvido especialmente para o Instagram, amantes do aplicativo vão poder visualizar as fotos publicadas no seu feed em criados-mudos ou mesas de trabalho. O aparelho conta com suporte para rede wi-fi e é através dela que o Instacube irá reproduzir as imagens em sua tela touchscreen de 6,5 polegadas. O projeto é obra de um estúdio americano de design chamado D2M (Design to Matters) e já recebeu, até o momento, mais de 300 mil dólares em doações.

     

    instagram instagram

    Os textos são revisados por Mariana Benicá

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.