Sexta-feira, 15 de março de 2013, atualizada às 12h30

Ponte na BR-267 passa a permitir tráfego de veículos até seis toneladas

Andréa Moreira
Repórter
Ponte Argirita

Na ponte localizada no quilômetro 27 da BR-267, no município de Argirita, a partir desta sexta-feira, 15 de março, só podem transitar veículos de até seis toneladas. A medida foi adotada devido às precárias condições estruturais da ponte, acarretadas por um buraco que teve início em 2007.

No dia 7 deste mês, o Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit) já havia reduzido o trânsito de veículos na ponte. Porém, um agravamento durante este dias fez com que o Dnit reduzisse ainda mais o tráfego na ponte.

Um ofício divulgado pelo departamento relata que o limite foi definido, única e exclusivamente, em função do trânsito de ambulâncias da rodovia, onde existe o tráfego de veículos com rodagem dupla no eixo traseiro.

A empresa Frotanobre, que faz a linha Juiz de Fora-Cataguases, passando por Argirita, informa que tomou medidas emergenciais para atender aos passageiros. "Fomos pegos de surpresa com esta determinação na noite da última quinta-feira, 14. Por isso, estamos utilizando dois carros para fazer esta viagem. Um leva as pessoas até a ponte, onde elas devem atravessar a pé, e o outro continua a viagem até o destino final", explica o coordenador de tráfego da empresa, Salvador Rodrigues.

Ainda de acordo com o coordenador, existe um caminho alternativo, passando pela cidade de Rio Pomba, porém este só poderá ser utilizado em viagens diretas. "Essa rota atende a muitas cidades. Então, se fizermos outro caminho, deixaremos de atender a várias pessoas", destaca Rodrigues, lembrando que a empresa faz seis viagens diárias entre Juiz de Fora e Cataguases.

A fiscalização será feita pelos funcionários do Dnit e pelos agentes da Polícia Rodoviária Federal. A sinalização também foi substituída, com instalação, inclusive, de limitadores de largura e altura na ponte.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.