• Assinantes
  • Autenticação
  • Zona Pink

    Contra o preconceito, fotógrafa registra amor de casais homoafetivos

    Juiz-forana encontrou nas lentes de sua câmera mais uma forma de combate à homofobia

    Lucas Soares
    Repórter
    16/04/2016

    Em um mundo cada vez mais conectado, é muito comum encontrar declarações de amor enquanto se dá uma olhada na própria timeline, seja do Facebook, Instagram ou Twitter: casais postando fotos do dia-a-dia, de viagens, do próprio parceiro(a), textões falando o quanto um ama o outro. Você, certamente, já viu esta situação.

    No entanto, raros são os casos de casais homoafetivos se expõem nas redes sociais. Foi pensando justamente nessa ausência que a fotógrafa juiz-forana Bárbara Mendonça criou o projeto O nosso afeto te afeta?, sem fins lucrativos, que busca dar visibilidade ao carinho dos casais homossexuais nas redes sociais. "O que me motivou a realizar o projeto foi a observação do dia-a-dia. Andando nas ruas, não só de Juiz de Fora, nós não percebemos uma forte presença de casais homossexuais, não na mesma medida em que vemos casais hétero. Então eu pensei que isso tinha que acabar, que eu queria dar visibilidade a esses casais, que eles não poderiam ficar reprimidos para sempre por medo da homofobia. O preconceito já começa quando os próprios casais têm medo de se mostrar em público. Então eu quis dar rosto e também voz a esses casais, e resolvi fazer isso através do meu trabalho, através do que eu amo", explica.

    Luana Sad, 18, e Lara Polisseni, 16, que estão juntas há dois anos e onze meses, foram as primeiras a terem o amor registrado por Bárbara. "Eu sempre quis tirar algumas fotos com a minha namorada, foi algo que sempre me interessou. Quando fiquei sabendo do projeto, quis ajudar e fazer parte disso, porque o projeto trata de algo que tá faltando hoje em dia: afeto. A minha sogra amou as fotos, achou perfeitas. Já os meus pais não se posicionam. Antigamente eles falavam que não era pra postar, mas hoje me deixam seguir em frente", conta Luana.

    Sem preconceito

    Após Luana e Lara, a fotógrafa também já registrou o amor de Rafael Zampa e Fábio Gasparetto e revela que há outros casais interessados. "Tenho mais dois agendados e uma fila de espera de interessados. Os dois (ensaios) aconteceram através de amigos em comum. Para dar início ao projeto, eu contei com a ajuda do meu amigo Michell Marques, que está mais inserido nos coletivos LGBTs de Juiz de Fora. Foi ele quem me ajudou a encontrar os primeiros casais. Entrei em contato com eles, todos toparam e assim fizemos as fotos", revela.

    Para Luana, a decisão de participar do projeto aconteceu de forma natural e revela que Lara aceitou no momento em que propôs a ideia. "Eu resolvi me expor porque, sinceramente, somos um casal normal. Eu amo quebrar os tabus impostos pela sociedade, e não abaixo a cabeça pra qualquer coisa. Me expor é uma forma de libertação. A Lara topou na hora, amou a ideia", afirma.

    Abaixo, você confere algumas fotos do ensaio das jovens namoradas e de Rafael e Fábio.

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.