• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura

    Los Kactus Banda apresenta música alternativa e versões para grandes
    sucessos dos anos 70, 80 e da MPB


    Fernanda Leonel
    Repórter
    17/04/2006
    A velha e conhecida história de uma banda de garagem que colheu bons frutos se repete: os meninos da Los Kactus, uma das mais conhecidas bandas do cenário musical juizforano, se reuniram pela primeira vez só pra fazer um barulho.

    Tudo começou quando Pércio e Edmar descobriram dois grandes traços em comum. Todos eram do bairro Santa Luzia e gostavam muito de música. Ele se reuniram, mostraram o que sabiam e combinaram de se encontrar de vez em quando para cada um desfrutar do som do outro. Assim surgia a Anistia, o "rascunho" da banda Los Kactus.

    Em 1997, outro vizinho deu o ar da graça. Era o Fofão, também músico morador do Santa Luzia que se juntava aos dois primeiros e, com a presença de um baterista e um contrabaixista completava a primeira formação do Los Kactus.

    Hoje, dez anos depois do primeiro show com nome definido, eles colecionam histórias e diferentes momentos musicais para contar. O primeiro deles tem início apenas dois anos depois da formação da banda, que, montada, tinha escolhido o rock do final da década de 80 como estilo para defesa.

    Com shows na agenda e muito sonho na bagagem, eles resolveram gravar o primeiro CD. As composições são dos próprios componentes e variam entre o rock, o pop, o hip hop e até mesmo o reggae. Variação de ritmos que, de acordo com grupo, é o maior "problema" do primeiro CD: faltava identidade musical e sobravam ritmos e estilos.

    Mas o CD chegou a render muitos frutos para a banda. Eles aumentaram a agenda de shows e os quilômetros de distância rodados para a divulgação do disco. Além de toda experiência e reconhecimento de muitos fãs, eles emplacaram aproximadamente mil cópias vendidas.

    Nova fase

    A galera da Los Kactus bem que desfrutou dos bons momentos do primeiro CD. Mas cada um, individualmente, também tinha planos de vida, que pareciam incompatíveis ao que a banda vivia em 2001. Nesse ano, os meninos vizinhos resolveram dar um tempo no trabalho desenvolvido.

    Pararam. De 2001 até 2003, quando a saudade bateu mais forte. Agora sim, Hudson, o baixista da banda, passava a fazer parte dessa história que trazia na bagagem a experiência dos anos anteriores.

    Eles voltavam com uma definição musical em mente e estavam dipostos a seguí-la, sem dúvida nenhuma. A Los Kactus se transformava em uma banda que queria "fazer diferente", e também transformar os clássicos dos anos 70 e 80 e sucessos da MPB.

    Assim eles se definem hoje: uma banda de versões, que se preocupa em dar à música a "cara" que mais combine com o estilo do grupo. "Não queremos ser parecidos com ninguém. Não tentamos imitar o Rappa, nem nenhum outro grupo. Não somos subproduto. Fazemos as nossas versões", completa o percussionista da banda, Anderson Fofão.

    Realmente a originalidade e criação musical é algo que não falta pra essa galera. Não raro, é possível ver músicas de Zeca Baleiro, Toquinho ou Belchior sendo executadas através de releituras que transformam o ritmo, os instrumentos utilizados e até mesmo que incluem músicas incidentais entre uma apresentação.

    É nessa releitura musical que eles pretendem apostar. De acordo com Pércio, baixista da banda, o grupo se encontra no melhor momento da carreira. "Acredito que encontramos a maturidade e a identidade musical e que também estamos com a formação certa", comenta.

    Pelo menos é que o que demonstram os planos: até o fim do ano, a banda Los Kactus pretende mostrar seu segundo CD para o público juizforano. Eles contam que essa nova maneira de fazer música acabou fazendo com que as pessoas conhecessem um pouco da proposta deles de criação. Com novas idéias sendo apresentadas a cada show, o público começou a cobrar criação também para músicas próprias. E é isso que eles pretendem fazer.

    Projetos

    Os meninos dos Los Kactus também gostam muito de desenvolver projetos musicais que homenageiem artistas ou cantores de sucesso. O mais conhecido deles e com mais tempo de apresentação é o Tributo à Legião Urbana, uma releitura bem ao estilo da banda para sucessos do grupo de rock anos 80 de Brasília.

    Da mesma forma que nas apresentações de shows normais da banda, a Legião Urbana também sofre versões. Você já imaginou algum sucesso dos criadores de Faroeste Caboclo interpretados com uma flauta fazendo solo? Se não, acredite que isso acontece ao som dos Los Kactus, que gostam de frisar que não fazem cover da banda, mas sim um tributo ao grupo.

    A escolha da Legião foi algo inevitável. É só escutar o timbre da voz do cantor Edmar para ter certeza: nenhum outro poderia ser mais indicado. E mais que a voz, o tributo era um projeto antigo do cantor, que classifica Renato Russo como sua maior influência para formação musical.

    Para esse ano, um novo projeto da Los Kactus começa a sair do forno: eles preparam um show somente músicas dos anos 80. Outro projeto estilo tributo, idealizado para mostrar versões de grandes sucessos dos anos dourados do rock nacional. É aguardar para ver!

    Conheça os músicos da banda Los Kactus

    Pércio Granato

    O que faz da vida: É médico
    O que faz na banda: toca guitarra


    Anderson Fofão

    O que faz da vida: Vive de música
    O que faz na banda: Toca percussão, flauta e gaita


    Julinho Slayer

    O que faz da vida: É estudante de Letras
    O que faz na banda: Toca bateria


    Hudson Martins

    O que faz da vida: É estudante de eletrotécnica
    O que faz na banda: Toca baixo


    Edmar Lima

    O que faz da vida: Estudante de Gestão Empreendedora
    O que faz na banda: Vocalista


    A Melhor Internet Está Aqui

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.