Quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011, atualizada às 13h

Marcos da Estrada Real vão ser reestruturados

Jorge Júnior
Repórter
Marco da Estrada Real

O Núcleo de Turismo da Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Econômico (SPDE) em parceria com os representantes do Núcleo de Geoprocessamento da SPDE e da Secretaria de Comunicação Social fizeram o levantamento dos 83 marcos da Estrada Real na região de Juiz de Fora. O trabalho foi realizado por cinco pessoas que fotografaram e levantaram as informações do circuito, a localização de cada marco e o estado de conservação. Os dados foram enviados para o Instituto Estrada Real, em Belo Horizonte.

Segundo a assessora do Núcleo de Turismo, Danielle Feyo, dos 83 marcos, cinco estão depredados e dez placas precisam ser trocadas. "Enviamos o pedido sugerindo ao Instituto Estrada Real que seja feita a reestruturação", explica.

Danielle diz, ainda, que o objetivo é preparar e incentivar as rotas para criar opções de turismo na região. ''Vamos buscar parcerias para aumentar a produção turística.'' De acordo com a diretoria do Instituto Estrada Real, a documentação ainda não chegou. ''Assim que tivermos o levantamento em mãos, iremos avaliar e providenciar as soluções.''

O documento a ser entregue conta com um mapa de trabalho, o qual considera os marcos encontrados nos dois sentidos do percurso. No sentido Ouro Preto - Rio de Janeiro são 68 pontos, enquanto no sentido inverso são 83 marcos, já que 19 só podem ser visualizados nesse trajeto.

Os textos são revisados por Thaísa Hosken

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.