Artigo
Voz educada, sa?de cuidada
16 de abril, dia mundial da Voz
::: 15/04/2003

Dia 16 de abril ? o Dia Mundial da Voz e, como fonoaudi?loga especialista em voz, dedico neste espa?o, gentilmente cedido pelo portal ACESSA.com, algumas palavras sobre a import?ncia da voz para as inter-rela?es humanas.

Falar sobre a voz, me deixa extremamente fascinada. Voz ? vida, seja ela expressa no canto ou na palavra falada. J? disse isso tantas vezes aqui e n?o me canso de reafirmar sempre que posso.

Segundo o Comit? de Voz da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia (SBFa), fonoaudi?logos estar?o, no dia 16 de abril, em todo o pa?s, orientando a popula??o sobre a import?ncia da voz e quais os cuidados para se manter uma voz saud?vel. A iniciativa ? da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia (SBFa) com apoio do Conselho Regional de Fonoaudiologia - 2? Regi?o/SP e do Conselho Federal de Fonoaudiologia.

O tema da campanha ?: Voz educada, sa?de cuidada. A campanha tem o objetivo de conclamar a popula??o para a?es educativas voltadas para a conscientiza??o vocal e suas implica?es na comunica??o, na sa?de e na cultura, completa a SBFa.

A voz ? a express?o mais simples e tem significado mais profundo para expressarmos os sentimentos e as emo?es. Tentar melhorar a express?o oral ? facilitar a compreens?o do di?logo, a interpreta??o das palavras, aproximando-nos mais do outro. Assim, cuidando da sa?de vocal a rela??o come?a a ser vista sob outro prisma e toma novo corpo, nova dimens?o.

Imagino a voz que sai de um cantor quando ele expressa as emo?es e vive intensamente o que canta. Imagino a voz interior de um poeta quando tenta transform?-la em poesia. Imagino a voz da pessoa que se esconde nos recalques, nas frustra?es, nas ang?stias. E me pergunto em seguida: Que voz pode expressar um cora??o desconfiado, amargurado, amarrado, descompassado? E a voz daquela pessoa que consegue sorrir?

A nossa voz est? presente em todos os nossos comportamentos. Mesmo quando silenciamos, ela fica recolhida, dando sentido maior ?s express?es corporais. Isso me faz concluir que ? o cora??o que pensa, porque nele habita a voz. Na verdade, n?s estamos o tempo todo voz!

Podemos adormecer com uma voz e levantarmos com outra sem nos darmos conta disso, sabia? Ser? a interfer?ncia do sonho, do pesadelo, da noite mal acabada? Quantos de n?s j? dissemos para mesma pessoa: Nossa, nem estava reconhecendo sua voz! Ser? que ficamos roucos s? porque pegamos chuva, falamos muito, alto, porque sa?mos de uma noitada? Seja como for, os cuidados precisam ser tomados.

Em seguida, orienta??o dos Conselhos Federal e Regionais de Fonoaudiologia

Inclua uma consulta fonoaudiol?gica na sua rotina.

Para maiores detalhes sobre a campanha, acesse:
  • www.sbfa.org.br
  • www.fonoaudiologia.org.br
  • www.fonosp.org.br


  • Cal Coimbra
    ? psic?loga e fonoaudi?loga especialista em voz
    Saiba mais clicando aqui.

    Sobre quais temas (da ?rea de Fonoaudiologia) voc? quer ler nesta se??o? A fonoaudi?loga Cal Coimbra aguarda suas sugest?es no e-mail calcoimbra@jfservice.com.br