• Assinantes
  • Saúde

    Segunda-feira, 27 de outubro de 2008, atualizada às 17h03

    Registros de catapora aumentam no inverno e na primavera. Até outubro, foram mais de 700 casos registrados em Juiz de Fora



    Priscila Magalhães
    Repórter

    A catapora é uma doença sazonal e o maior número de registros se dá no inverno e no verão. Até 22 de outubro deste ano foram 777 casos registrados pela Secretaria Municipal da Saúde de Juiz de Fora. Os registros começaram a aumentar no mês de maio, quando o número de casos mais que dobrou, passando de 29 em abril para 65 no mês seguinte.

    Os números continuaram subindo nos meses seguintes. Em junho, foram 78 casos; em julho, 91; em agosto, 123; e em setembro, 240. Até a última semana, a Secretaria registrou 65 casos somente em outubro. Segundo a enfermeira do Departamento de Epidemiologia da Secretaria de Saúde, Maria Élida Pires de Almeida, não existe uma explicação científica para o fato de a doença ter maior incidência nas duas estações.

    A catapora é considerada benigna, já que não provoca outras conseqüências para quem a adquire. A pessoa só é contaminada uma única vez, pois o organismo se torna imune. Em 2005, a Secretaria de Saúde registrou 1.416 casos da doença na cidade. No ano seguinte, o número aumentou para 1.931 e no ano passado houve queda, com 949 registros.

    Transmissão

    A catapora é transmitida através das secreções respiratórias ou do contato com as lesões, sendo esta em menor grau. O período de transmissão começa nos dois dias antes de aparecerem as erupções na pele até o quinto dia após o surgimento das primeiras. Por isso, Élida explica que entre esses dias é recomendado que o paciente não tenha contato com outras pessoas que não foram vacinadas ou não tiveram a doença.

    Sintomas

    Os sintomas são febre baixa, cefaléia, falta de apetite e vômito, podendo durar de algumas horas até três dias. "Depois é que aparecem as lesões, começando com a pápula vermelha e terminando com a formação de crostas", explica a enfermeira. O tratamento é sintomático, pois não existe medicação específica para a doença. "É importante seguir as orientações do médico e tomar muito líquido."

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.