Conheça mitos e verdades sobre castração de animais

Procedimento aumenta a expectativa de vida dos cães e gatos e acalma em 90% os machos

Angeliza Lopes
Repórter
castração

Ter dúvidas sobre alguns cuidados com o cão e gato de estimação é muito comum. Muitas vezes, as incertezas são alimentadas com mitos e verdades, quebrados com a orientação adequada. O veterinário Rafael Meurer esclarece algumas dúvidas sobre a castração de animais, assunto em voga devido o crescente número de animais em Juiz de Fora. Além disso, com os cães e gatos vivendo cada vez mais, graças aos avanços da medicina veterinária, as discussões em torno das vantagens desta cirurgia estão cada vez mais pertinentes. Afinal, o procedimento não impede apenas que o animal procrie, mas previne doenças comuns na velhice e altera o temperamento do animal, podendo tirá-lo de algumas situações de risco. Tire suas dúvidas:

ACESSA.com - Qual a média de preço cobrado em Juiz de Fora para castração de cachorros (fêmea e macho) e gatos (fêmea e macho)?

Rafael Meurer – É muito variável de acordo com peso, tipo de anestesia, e clínica. Porém, o valor cobrado gira em torno de R$ 550 cadelas pequenas (incluso anestesia inalatória), já as maiores, em torno de R$ 800. Nos cães machos chega a R$ 300, também com a anestesia inalatória. Nas gatas fica R$ 400 e gatos R$ 250 (anestesia inalatória).

ACESSA.com - Como é o procedimento de castração de animais fêmeas e de machos?

RM – Existem várias técnicas para o procedimento de castração. Basicamente, são removidos os ovários e útero das fêmeas e os testículos dos machos.

ACESSA.com - Existe diferença na castração de cachorro e de gato?

RM – Depende da técnica empregada.

ACESSA.com - A partir de qual idade o animal deve ser castrado?

RM – A partir de seis meses de vida.

ACESSA.com - Qual o tipo de anestesia tomada?

RM - O anestesista que deve determinar o tipo de anestesia para cada paciente. De modo geral, a inalatória é mais segura.

ACESSA.com - Quais os riscos da cirurgia?

RM – Os riscos são iguais a qualquer procedimento anestésico, seja em animais ou humanos. A resposta frente a qualquer medicamento é individual, vai depender também dos resultados dos exames pré operatórios e avaliação clínica minuciosa.

ACESSA.com - Quais os benefícios de castrar o animal de estimação?

RM - Inúmeros. Varia entre cães e gatos, mas de modo geral: diminui incidência de tumores de mama, diabetes na cadela, estresse, controle populacional, distúrbios hormonais, disputas entre machos para cópula, o que evita brigas entre os animais e a maioria dos machos acalmam após castração. Além disso, evita o desenvolvimento da infecção uterina, que é uma das causas mais frequentes de morte precoce.

ACESSA.com - Existe alguma contraindicação para a castração?

RM – É contraindicado em animais que não podem ser submetidos à anestesia.

ACESSA.com - Como é o processo de recuperação no animal no pós-operatório?

RM – A recuperação é rápida e necessita de repouso no pós-operatório. A retirada dos pontos são em torno de 10 dias.

ACESSA.com - Mito ou verdade que o animal engorda depois de ser castrado? Por quê?

RM - A maioria tem tendência a engordar, por questões hormonais. Porém, temos hoje no mercado opções de rações que controlam o ganho de peso.

ACESSA.com - É verdade que o animal fica mais calmo?

RM – A estimativa é que 90% dos machos ficam mais calmos.

ACESSA.com – A castração aumenta a expectativa de vida do animal?

RM – Aumenta consideravelmente. Não é possível precisar a quantidade em anos, pois depende da raça e características do animal.

ACESSA.com – Cruzar a cadela pelo menos uma vez antes de castrar é o mais indicado?

RM – Este questionamento é um mito. Nas décadas de 70 e 80, os veterinários realmente esperavam a cadela cruzar de duas a três vezes antes da cirurgia, mas com a evolução da medicina veterinária, sabemos que o mais indicado é castrar sem que a cadela fique prenha. Especialistas comparavam o comportamento das mamas da mulher, que apresenta comportamento positivo durante a amamentação. Mas, na cadela o pico hormonal desenvolve mutação da mama, que, consequentemente, pode vir a causar o tumor.

Disque Castração

O serviço de atendimento telefônico "Disque Castração" da Secretaria de Saúde faz parte do projeto "Controle Populacional Canino" de Juiz de Fora e visa realizar o pré-cadastro de proprietários de cães, preferencialmente fêmeas, que tenham interesse em castrá-los. O telefone para contato é o 199, número também utilizado pela Defesa Civil. Os atendimentos são realizados das 8h às 18h. A ficha de pré-cadastro também pode ser acessada pelo site da PJF.

Durante o atendimento serão solicitados os seguintes dados do proprietário ou responsável pelo animal: Nome, RG, Idade, endereço completo, e-mail e telefone; e dados referentes a sua condição socioeconômica. Além disso, informações sobre o animal. O cadastro será analisado, e o proprietário vai ser informado sobre o local e a data da castração, quando contemplado.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.