• Assinantes
  • Saúde

    Os cuidados com a alimentação do recém-nascido

    Saiba porque amamentar o bebê, além de saudável, é bem mais prático


    Repóter: Emilene Campos
    18/01/2000

    "O recém-nascido não deve receber nenhum outro alimento a não ser o leite materno”. A informação é da pediatra Eliana Martins de Souza, fundadora e coordenadora do Banco de Leite Humano de Juiz de Fora, Av. dos Andradas,497, 2º andar . Nem mesmo chá e água devem ser ingeridos pelo bebê nos primeiros meses de vida. "O leite já contém todos os nutrientes necessários para a criança se desenvolver", opina. O recém-nascido deve mamar o leite de sua mãe, mesmo quando ela está desnutrida. Mas, quando isso não é possível, a alternativa é recorrer aos chamados leites "maternizados" (NAN1, NAN2) ou aos serviços como o do Banco de Leite Humano.

    No primeiro caso, a principal recomendação é o cuidado com os utensílios que serão usados para preparar a mamadeira. As instruções de preparo devem ser seguidos rigorosamente. É preciso prestar atenção nas medidas e na água que, além de filtrada, deve ser fervida. Além disso, recomenda-se que o pó seja misturado dentro da mamadeira para o leite não perder seu valor nutritivo.

    Só quando não há outra alternativa, a mãe deve recorrer ao leite da vaca, já que "o alimento não apresenta fatores de defesa, além de ser de difícil digestão", esclarece. Por isso, é importante estar atento a estes detalhes:

    • Durante os primeiros 30 dias, a criança deve receber leite de vaca diluído ao meio, ou seja, numa mamadeira de 100ml, metade é de leite e o restante de água. Nesta receita ainda devem ser incluídas uma colher de açúcar e uma colher de farinha (amido de milho, aveia).

    • Do primeiro ao quinto mês, a mesma mamadeira deve ser dada só que com a seguinte composição: 2/3 de leite para 1/3 de água.

    • a partir do quinto mês, não há mais necessidade de diluir o leite.
    Estes cuidados de nada vão adiantar se você fizer um estoque de mamadeiras para o dia inteiro. "O ideal é prepará-la no momento que a criança vai consumir. Caso contrário, o conteúdo pode azedar e o bebê ter diarréia e vômitos", ensina Eliana.

    Leia mais

    Leite materno: saúde e praticidade

    Quantas vezes por dia o bebê deve mamar?

    Como se beneficiar do Banco de Leite Humano

    Sexto mês: cardápio incrementado

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.