• Assinantes
  • Autenticação
  • Casa

    Saiba como evitar mofo e manchas nas roupas de inverno

    Clecius Campos
    Repórter
    12/6/2009

    O friozinho que antecede o inverno começa a chegar e com ele a hora de tirar casacos mais pesados, cobertores e edredons do guarda-roupa. É aí que se nota a presença de mofo e manchas em roupas guardadas por muito tempo.

    O problema é recorrente na casa da professora aposentada Madalena Fernandes. Com dois filhos alérgicos, ela precisa tomar cuidado antes de colocar em uso roupas de inverno e cobertores. "Tenho que lavar tudo antes de usar. Meus meninos têm alergia a poeira e odores. Se eu não me preocupar com isso, os espirros logo começam.

    De acordo com a proprietária de uma lavanderia Renata Carbogin, a parede, em contato com o guarda-roupa, passa umidade para as peças que estão no móvel, o que causa o odor. Além da lavagem antes do uso, ela aconselha deixar a roupa no sol. "O sol é um santo remédio para tirar cheiro de mofo. Antes de usar um cobertor, por exemplo, lave-o, abra-o bem e coloque no sol."

    Outra dica é guardar as peças limpas, para que não fiquem manchadas. "Edredons, cobertores e roupas que são usadas uma vez ou outra devem ser lavadas antes de colocadas no guarda-roupa." Segundo Renata, o ideal é embalar todas as peças em sacos plásticos. "Tente tirar o ar que ficar dentro da embalagem antes de guardar. Sem oxigênio, fica mais difícil para aqueles bichinhos estranhos, que causam os odores e as manchas, proliferarem." As peças devem estar bem secas antes de serem embaladas. "Pressione bem o edredon contra um lenço e verifique se ainda há alguma umidade", sugere.

    Foto de roupa ensacada Foto de edredons

    Manter a cômoda e o guarda-roupa arejados também ajuda a evitar o mofo e o mau cheiro. "Uma vez por semana, abra as portas do guarda-roupa e deixe o ar passar. Tire as gavetas da cômoda e coloque-as um pouco no sol."

    Manchas de guardado e mofo

    Mesmo que pareçam limpas, roupas carregam suor, vestígios de maquiagem, poluição, poeira e até respingos de alimentos. Conforme a gerente de uma lavanderia, Maria das Graças Pereira, desodorantes também podem causar manchas. “Quando você guarda uma peça sem lavar, ela sofre ação do tempo e pode apresentar manchas permanentes.”

    Para tirar manchas de roupas guardadas por muito tempo, Maria das Graças ensina a lavar o local com sabão branco e colocar no sol. Cloro ou alvejantes só podem ser usados em roupas brancas ou claras. "Se a mancha for de mofo, infelizmente não vai sair. As marcas causadas por bolor só são removidas em lavagem a seco, mesmo assim, a roupa fica um pouco marcada."

    O mesmo acontece com casacos de lã, couro e camurça. Esse tipo de material é de difícil conservação e precisa ser higienizado em lavanderias especializadas. "É a famosa lavagem a seco, realizada com produtos químicos capazes de retirar mofo e manchas. A vantagem desse tipo de higienização é que ela não utiliza água, evitando que essas roupas fiquem úmidas por muito tempo, já que são de difícil secagem".

    Foto de cobertor com mofo Foto de mantas de inverno

    Travesseiros, almofadas e bichos de pelúcia

    Na casa de Madalena, a guerra contra a poeira e os fungos é constante. "Limpo feito uma maluca. Travesseiros e almofadas vivem envolvidos por capas antialérgicas, que são lavadas com frequência."

    De acordo com Renata, a higienização desse tipo de artigo também deve ser feita em lavanderias especializadas. Mesmo que o bicho de pelúcia seja pequeno, a demora para a secagem da espuma ou isopor que o preenche vai causar mofo. "Uma boa recomendação para acabar com os ácaros em pelúcias pequenas é ensacá-las num plástico e colocá-las no congelador por duas horas, uma vez por mês."

    No caso de almofadas e travesseiros, a regra é ainda mais rigorosa: evitar lavar esse tipo de objeto em casa. "Eles não vão secar e vão acabar mofando. Tire as capas e deixe as almofadas e travesseiros no sol por alguns minutos. Fronhas devem ser trocadas duas vezes por semana." Ela afirma ainda que travesseiros têm validade máxima de cinco anos.

    Foto de bichinhos de pelúcia Foto de almofadas na cama

    Cuidados com os bichinhos estranhos

    • Os ácaros se alimentam de resíduos da pele e, apesar de terem vida curta (50 dias em média), eles se reproduzem rapidamente aos milhões;
    • Quase 50% do peso de um travesseiro antigo é composto por excremento de ácaro;
    • Mesmo que não haja manchas visíveis ou cheiro, o mofo pode estar presente, através de micro-organismos;
    • Não existe nenhum tipo de acaricida eficaz para reduzir ou exterminar os ácaros; a forma mais eficiente é a limpeza com água, que, quando bem executada, chega a remover até 90% dos ácaros residentes.

    Fonte: Quality Lavanderia

    Os textos são revisados por Madalena Fernandes

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.