• Assinantes
  • Autenticação
  • Casa

    Aromatização de ambientes garante aconchego nas residências

    É preciso estudar o local a receber a aromatização, antes de aplicar qualquer perfume. Veja quais cheiros combinam com os diversos ambientes

    Jorge Júnior
    Repórter
    14/3/2012
    aromas

    Depois de uma longa jornada de trabalho, não tem nada melhor do que chegar em casa, não é? Ainda mais se a residência estiver perfumada, passando a sensação de que tudo está limpinho e suavemente cheiroso.

    Para permitir este aconchego sentido pelo olfato, o mercado oferece vários produtos para aromatização de ambientes, que vão além do incenso. "Atualmente, as empresas de cosméticos têm uma linha de aromatizantes", diz o proprietário de uma loja de aromas no Centro da cidade, Jamil Santos.

    Com a ampla oferta no mercado, fica a dúvida sobre que perfume optar para cada tipo de ambiente. O empresário Jacy Costa acredita que as pessoas devem fazer a escolha certa para que o ambiente fique ainda mais agradável. "É necessário descobrir aquele cheirinho especial que te faz sentir bem." Além disso, Costa explica que toda aromatização precisa de um estudo do local onde ela vai ser utilizada. "Tem que ir testando, até chegar ao cheiro desejado."

    Para cada lugar

    Para que a casa fique com um cheiro agradável, Costa dá dicas para não errar. "Nos quartos de crianças, o aconselhável é usar fragrâncias de tutti frutti porque elas lembram chiclete e bala. Os cheiros denominados baby talk também são muito utilizados, pois dão sensação de ternura do bebê."

    Para quem tem uma academia em casa, Costa orienta que as pessoas usem as fragrâncias de alecrim. "É um lugar onde as pessoas estão exercitando, então, o cheiro permite uma sensação de relaxamento e energia." Na área de serviço, Santos afirma que as mais indicadas são essências de algas marinhas, que remetem a aspectos marítimos oceânicos de leveza e liberdade. "Já para os quartos, o aconselhável é a essência de lavanda, porque é calmante, analgésica, relaxante, antidepressiva e sedativa, além do alecrim, que remete ao relaxamento."

    Para quem quer dar uma apimentada no ambiente, as fragrâncias doces, como pitanga e flor de cereja, são as mais indicadas. "O cravo e a canela permitem um aroma mais quente", diz Santos. Para as salas, os aromatizantes cítricos ou amadeirados, dão sensação de sofisticação, garantindo bem estar.

    Além dessas, Costa salienta que, em condomínios e residências, as mais utilizadas são as essências de pêssego, bambu, flores e natureza. "Elas trazem frescor, dando harmonia e tranquilidade ao local." As fragrâncias de hortelã e eucalipto, como passam ideia de refrescância e vigor, são utilizadas em banheiros. Na cozinha, as de hortelã também são usadas, além da essência de manjericão, que funciona como sedativo.

    Como aplicar?

    De acordo com Santos, os aromatizantes líquidos e em spray são mais versáteis na sua aplicação, no entanto, o ideal é borrifar o produto em objetos de madeira e tecidos. Os difusores podem ser utilizados em ambientes com, no máximo, 15m² e com ventilação moderada. "Já os pot-pourris, esferas ou anéis de cerâmica e bolas de madeira, apesar de serem bonitos, não possuem duração longa do cheiro, valendo mais pela beleza da decoração."

    Nas primeiras aplicações, o empresário explica que é aconselhável fazer uma ação mais forte, logo depois, a manutenção pode ser feita de duas ou três vezes por dia, ou caso o ambiente não seja tão utilizado, no momento em que a pessoa considerar necessário.

    Para Costa, a aromatização em spray pode ser feita a cada três horas. Com relação à quantidade, cabe a quem está usando medir a proporção aromatizadora para cada ambiente, a fim de que o local não fique com um cheiro muito forte. "O produto usado tem que ser de primeira qualidade, para não gerar nenhum tipo de doenças ou irritações em quem está no cômodo."

    Os aromas

    Todos, de uma forma ou de outra, usam um perfume ou uma fragrância. Apenas alguns tem fragrâncias exclusivas que são feitas por perfumistas, porém, o preço é elevado. "Se o consumidor dá preferência aos produtos com aromas naturais, acreditando se tratar do original, está enganado. Nesse caso, ele também vem de um aditivo químico." Em relação ao preço, em Juiz de Fora, uma embalagem de 250 ml pode ser encontrada por R$ 35*.

    * O preço foi fornecido em março de 2012

    Os textos são revisados por Mariana Benicá

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.