• Assinantes
  • Cidade
    Juliana Machado Juliana Machado 26/07/2016

    Boas notícias para o Meio Ambiente

    Em um mundo como o atual, impregnado de notícias ruins na TV, nos jornais, nas revistas e na vida real de cada um de nós, cabe vez ou outra focar em boas notícias. Hoje o objetivo desta coluna é este, trazer até você novidades que pesquisei por aí, relacionadas ao tema meio ambiente e que podem aquecer um pouquinho o seu coração com esperança e otimismo.

    A primeira boa notícia recente que encontrei trata de mobilidade urbana e sustentabilidade e diz respeito a um projeto em Fortaleza que prevê a implantação de um sistema de carro compartilhado. Funciona como um aluguel de curto prazo, mais ou menos como já ocorre hoje com bicicletas em algumas cidades. Os carros ficarão em estações e o usuário cadastrado poderá utilizá-lo com o auxílio de um aplicativo que destrava as portas e realiza o monitoramento. O interessante deste modelo é alterar a noção de consumo, possibilitando um transporte compartilhado diferenciado para quem não tem carro ou para quem deseja desapegar deste bem. Além disso, os modelos são elétricos, movidos à bateria e carregados em estações específicas, uma forma muito mais ecológica mobilidade.

    Uma segunda notícia recente trata de uma pesquisa realizada na Universidade Federal do Rio de Janeiro em que economistas conseguiram calcular quanto custaria para zerar o desmatamento no nosso país. O valor é bem alto: 5,2 bilhões por ano pagos a fazendeiros que se comprometessem a conservar a vegetação em suas propriedades. Essa interrupção no desmatamento porém, seria benéfica para a redução na quantidade de gás carbônico lançado na atmosfera, favoreceria o aumento na biodiversidade e a proteção dos recursos hídricos. Posso dizer que pelo que li, é um investimento. O estudo mostra que conservar as florestas é o modo mais barato de conservar a saúde da atmosfera, da água e do solo. O estudo é importante e positivo porque além de demonstrar a viabilidade de um desmatamento zero, permite que por meio de uma ferramenta, seja possível calcular e personalizar a política de pagamento dentro do orçamento disponível e área em questão. Este modelo já é adotado em lugares como Nova York e visa atribuir valor a recursos que a natureza oferece de graça, mas cuja falta são extremamente prejudiciais à sociedade.

    Uma última boníssima notícia que merece ser comentada destaca o trabalho de uma jovem estudante brasileira que criou um sistema de tratamento de água extremamente criativo direcionado para comunidades pobres do Nordeste do Brasil. De modo simplificado pode-se dizer que o sistema capta a água de cisternas e a expõe ao sol de modo que ocorra a desinfecção microbiológica. Um sensor sonoro sinaliza quando a água já está própria para o consumo. Mais interessante ainda é a mobilização de empresários e a comunidade baiana para patrocinar a viagem desta jovem a um evento realizado pelo Instituto de Tecnologia e Massachusetts (EUA), que visa treinar jovens do mundo todo para se tornarem empreendedores sociais. No fim das contas essa foi uma boa notícia duplicada - pela invenção sensacional da garota e pela mobilização empática da sociedade.

    Enfim, caro leitor, pelo espaço que tenho, hoje trouxe apenas três boas notícias de áreas diferentes no cenário socioambiental. Acho que deu para notar que boas notícias existem né? Estou pensando em alimentar esta coluna com estas novidades por um tempo, o que vocês acham? Quem sabe nosso otimismo aumente de modo significativo e a gente consiga viver melhor?


    Juliana Machado é Bióloga, mestre em Ciências Biológicas - Comportamento e Biologia Animal - UFJF/MG. Doutoranda em Bioética, ética aplicada e saúde coletiva - UFRJ/UFF/UERJ e Fiocruz.

    Os autores dos artigos assumem inteira responsabilidade pelo conteúdo dos textos de sua autoria. A opinião dos autores não necessariamente expressa a linha editorial e a visão do Portal ACESSA.com

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.