• Assinantes
  • Autenticação
  • Cidade

    Homem morre após ficar preso dentro do carro em linha férrea na JK

    Envie a sua foto pelo link SUA NOTÍCIA, clique aqui
    5/12/2016


    Um homem de 62 anos morreu na manhã desta segunda-feira, 5 de dezembro, em um acidente na avenida Juscelino Kubitscheck, dentro de um Toyota Corolla com placa de Juiz de Fora, após ficar preso nos trilhos na linha férrea e ser atingido por um trem, na altura do bairro Jóquei Clube II. De acordo com as informações do Corpo de Bombeiros, o acidente aconteceu por volta das 7h50 e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) constatou o óbito no local. De acordo com a Secretaria de Transporte e Trânsito (Settra), o trânsito na via está retido e sinalizado. Policiais militares e agentes de trânsito estão na avenida.

    Em nota a MRS, responsável pelo trecho, afirma que "todos os procedimentos de segurança vinham sendo cumpridos (velocidade compatível com o trecho, luzes de sinalização, acionamento de buzina, sino e cancela automática acionada), quando o maquinista avistou um veículo parado sobre a linha férrea. Neste momento, o freio de emergência foi acionado no intuito de evitar a colisão, no entanto, por conta do peso da composição (o trem não freia como um carro), foi impossível parar a tempo. Ressaltamos também que as condições dessa passagem em nível estão adequadas para o fluxo de veículos. É sempre bom lembrar que um trem pesa entre 3 mil toneladas (vazio) e 15 mil toneladas (cheio) e pode exigir algo entre 300 metros e 1 quilômetro entre o acionamento do freio de emergência e a parada completa e, na maioria dos casos, evitar o impacto é impossível. Por isso, o Código de Trânsito Brasileiro determina que as composições férreas tenham prioridade de passagem. É muito importante que os motoristas parem antes de atravessar a ferrovia e, além disso, deixem o cruzamento livre no caso de congestionamento."

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.