Secretarias municipais recebem selo de diversidade em JF

Envie a sua foto pelo link SUA NOTÍCIA, clique aqui
19/12/2016

Sete secretarias municipais de Juiz de Fora foram contempladas com o "Selo de Diversidade Étnico-racial e de Gênero", projeto da Secretaria de Governo (SG) que visa o combate ao preconceito e discriminação dentro do Executivo municipal. O prefeito Bruno Siqueira (PMDB) entregou os prêmios aos secretários na manhã desta segunda-feira, 19, em cerimônia realizada em seu gabinete.

As secretarias contempladas foram Desenvolvimento Social (SDS), Educação (SE), Planejamento e Gestão (Seplag), Transporte e Trânsito (Settra), Departamento Municipal de Limpeza Urbana (Demlurb), Governo (SG) e Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo (Sedettur). Há cerca de dois anos as pastas aderiram ao projeto e se propuseram a atingir as metas especificadas. "As metas do projeto visam, fundamentalmente, uma mudança de postura e de comportamento no ambiente organizacional", esclarece José Figuerôa, secretário de Governo. As ações incluíram realização de seminários, envolvimento conjunto de funcionários e campanhas educativas de caráter pedagógico.

O secretário também informa que existem mecanismos da Prefeitura para receber e avaliar denúncias de discriminação por parte dos funcionários; caso a a mesma seja comprovada, o funcionário que praticou o ato pode sofrer sanções, incluindo a demissão do cargo. "Nós sabemos que estamos dando um pequeno passo, mas que tem consequências para essa perspectiva de mudança de um paradigma", declara.

Secretarias municipais recebem selo de diversidade em JF

Envie a sua foto pelo link SUA NOTÍCIA, clique aqui
19/12/2016

Sete secretarias municipais de Juiz de Fora foram contempladas com o "Selo de Diversidade Étnico-racial e de Gênero", projeto da Secretaria de Governo (SG) que visa o combate ao preconceito e discriminação dentro do Executivo municipal. O prefeito Bruno Siqueira (PMDB) entregou os prêmios aos secretários na manhã desta segunda-feira, 19, em cerimônia realizada em seu gabinete.

As secretarias contempladas foram Desenvolvimento Social (SDS), Educação (SE), Planejamento e Gestão (Seplag), Transporte e Trânsito (Settra), Departamento Municipal de Limpeza Urbana (Demlurb), Governo (SG) e Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo (Sedettur). Há cerca de dois anos as pastas aderiram ao projeto e se propuseram a atingir as metas especificadas. "As metas do projeto visam, fundamentalmente, uma mudança de postura e de comportamento no ambiente organizacional", esclarece José Figuerôa, secretário de Governo. As ações incluíram realização de seminários, envolvimento conjunto de funcionários e campanhas educativas de caráter pedagógico.

O secretário também informa que existem mecanismos da Prefeitura para receber e avaliar denúncias de discriminação por parte dos funcionários; caso a a mesma seja comprovada, o funcionário que praticou o ato pode sofrer sanções, incluindo a demissão do cargo. "Nós sabemos que estamos dando um pequeno passo, mas que tem consequências para essa perspectiva de mudança de um paradigma", declara.

-

Secretarias municipais recebem selo de diversidade em JF

Envie a sua foto pelo link SUA NOTÍCIA, clique aqui
19/12/2016

Sete secretarias municipais de Juiz de Fora foram contempladas com o "Selo de Diversidade Étnico-racial e de Gênero", projeto da Secretaria de Governo (SG) que visa o combate ao preconceito e discriminação dentro do Executivo municipal. O prefeito Bruno Siqueira (PMDB) entregou os prêmios aos secretários na manhã desta segunda-feira, 19, em cerimônia realizada em seu gabinete.

As secretarias contempladas foram Desenvolvimento Social (SDS), Educação (SE), Planejamento e Gestão (Seplag), Transporte e Trânsito (Settra), Departamento Municipal de Limpeza Urbana (Demlurb), Governo (SG) e Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo (Sedettur). Há cerca de dois anos as pastas aderiram ao projeto e se propuseram a atingir as metas especificadas. "As metas do projeto visam, fundamentalmente, uma mudança de postura e de comportamento no ambiente organizacional", esclarece José Figuerôa, secretário de Governo. As ações incluíram realização de seminários, envolvimento conjunto de funcionários e campanhas educativas de caráter pedagógico.

O secretário também informa que existem mecanismos da Prefeitura para receber e avaliar denúncias de discriminação por parte dos funcionários; caso a a mesma seja comprovada, o funcionário que praticou o ato pode sofrer sanções, incluindo a demissão do cargo. "Nós sabemos que estamos dando um pequeno passo, mas que tem consequências para essa perspectiva de mudança de um paradigma", declara.