Casal suspeito de extorsão em Juiz de Fora é preso pela Polícia Civil

Mulher e namorado tentaram extorquir R$ 2 mil de comerciante, ameaçando denunciá-lo à polícia por suposto abuso sexual contra sua filha de 11 anos

Envie a sua foto pelo link SUA NOTÍCIA, clique aqui
10/10/2012

Casal preso por extorsão

Policiais civis da 4ª Delegacia de Juiz de Fora prenderam, nesta quarta-feira, 10 de outubro, um casal suspeito de extorsão no bairro Grama. De acordo com a assessoria da Polícia Civil (PC), a mulher de 41 anos e o homem de 31 foram flagrados num posto de combustível após receber o dinheiro da vítima, um comerciante de 40 anos.

A assessoria informa que o comerciante gravou as ligações telefônicas, em que o casal pedia R$ 2 mil para não denunciá-lo à polícia por um suposto abuso sexual contra a filha da mulher presa. A vítima procurou a 4ª delegacia da PC para informar o crime de extorsão e dizer que a negociação ficou acertada em R$ 2.000. A partir de então, a PC passou a acompanhar as ligações e prendeu os suspeitos. A assessoria da PC afirma que a dupla teve sua prisão ratificada, sendo que o homem foi encaminhado ao Ceresp e a mulher à Penitenciária Ariosvaldo Campos Pires.

O Conselho Tutelar foi acionado para cuidar das quatro filhas da mulher acusada do crime de extorsão. As meninas tem 1 ano e oito meses, 4, 8 e 11 anos estavam trancadas em uma casa no bairro Grama. A mãe declarou aos policiais que duas têm problemas. A assessoria da PC declara que o delegado Leonardo Bueno Procópio, responsável pelas prisões irá encaminhar cópia do expediente para a Delegacia de Proteção e Orientação à Família para a apuração do suposto abuso sexual contra a criança de 11 anos.

Casal suspeito de extorsão em Juiz de Fora é preso pela Polícia Civil

Mulher e namorado tentaram extorquir R$ 2 mil de comerciante, ameaçando denunciá-lo à polícia por suposto abuso sexual contra sua filha de 11 anos

Envie a sua foto pelo link SUA NOTÍCIA, clique aqui
10/10/2012

Casal preso por extorsão

Policiais civis da 4ª Delegacia de Juiz de Fora prenderam, nesta quarta-feira, 10 de outubro, um casal suspeito de extorsão no bairro Grama. De acordo com a assessoria da Polícia Civil (PC), a mulher de 41 anos e o homem de 31 foram flagrados num posto de combustível após receber o dinheiro da vítima, um comerciante de 40 anos.

A assessoria informa que o comerciante gravou as ligações telefônicas, em que o casal pedia R$ 2 mil para não denunciá-lo à polícia por um suposto abuso sexual contra a filha da mulher presa. A vítima procurou a 4ª delegacia da PC para informar o crime de extorsão e dizer que a negociação ficou acertada em R$ 2.000. A partir de então, a PC passou a acompanhar as ligações e prendeu os suspeitos. A assessoria da PC afirma que a dupla teve sua prisão ratificada, sendo que o homem foi encaminhado ao Ceresp e a mulher à Penitenciária Ariosvaldo Campos Pires.

O Conselho Tutelar foi acionado para cuidar das quatro filhas da mulher acusada do crime de extorsão. As meninas tem 1 ano e oito meses, 4, 8 e 11 anos estavam trancadas em uma casa no bairro Grama. A mãe declarou aos policiais que duas têm problemas. A assessoria da PC declara que o delegado Leonardo Bueno Procópio, responsável pelas prisões irá encaminhar cópia do expediente para a Delegacia de Proteção e Orientação à Família para a apuração do suposto abuso sexual contra a criança de 11 anos.

-

Casal suspeito de extorsão em Juiz de Fora é preso pela Polícia Civil

Mulher e namorado tentaram extorquir R$ 2 mil de comerciante, ameaçando denunciá-lo à polícia por suposto abuso sexual contra sua filha de 11 anos

Envie a sua foto pelo link SUA NOTÍCIA, clique aqui
10/10/2012

Casal preso por extorsão

Policiais civis da 4ª Delegacia de Juiz de Fora prenderam, nesta quarta-feira, 10 de outubro, um casal suspeito de extorsão no bairro Grama. De acordo com a assessoria da Polícia Civil (PC), a mulher de 41 anos e o homem de 31 foram flagrados num posto de combustível após receber o dinheiro da vítima, um comerciante de 40 anos.

A assessoria informa que o comerciante gravou as ligações telefônicas, em que o casal pedia R$ 2 mil para não denunciá-lo à polícia por um suposto abuso sexual contra a filha da mulher presa. A vítima procurou a 4ª delegacia da PC para informar o crime de extorsão e dizer que a negociação ficou acertada em R$ 2.000. A partir de então, a PC passou a acompanhar as ligações e prendeu os suspeitos. A assessoria da PC afirma que a dupla teve sua prisão ratificada, sendo que o homem foi encaminhado ao Ceresp e a mulher à Penitenciária Ariosvaldo Campos Pires.

O Conselho Tutelar foi acionado para cuidar das quatro filhas da mulher acusada do crime de extorsão. As meninas tem 1 ano e oito meses, 4, 8 e 11 anos estavam trancadas em uma casa no bairro Grama. A mãe declarou aos policiais que duas têm problemas. A assessoria da PC declara que o delegado Leonardo Bueno Procópio, responsável pelas prisões irá encaminhar cópia do expediente para a Delegacia de Proteção e Orientação à Família para a apuração do suposto abuso sexual contra a criança de 11 anos.