Quarta-feira, 3 de maio de 2017, atualizada às 7h40

Parque da Lajinha é reaberto para visitação

Da redação

A partir desta quarta-feira, 3 de maio, o Parque da Lajinha volta a funcionar para visitação. Segundo a assessoria da Prefeitura, resultados obtidos pela PJF, por meio de laboratório parceiro em Belo Horizonte, apontam que os dois macacos mortos encontrados nas proximidades do Parque no dia 4 de abril não morreram vítimas de febre amarela. Os laudos deram não-reagentes para a doença, e um dos macacos apresentava sinais de agressão e, o outro, de envenenamento.

De acordo com o Departamento de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde, "todo o trabalho de bloqueio foi feito na época, para o caso de o resultado dar positivo para febre amarela. As medidas de monitoramento do local também foram tomadas e não houve registro de outras mortes de animais na área, o que aponta para uma situação epidemiológica segura".

A PJF lembra, no entanto, que é fundamental que a população continue adotando as medidas de prevenção contra a doença, como manter o cartão de vacinação em dia, tomando a dose contra a febre amarela, e usando diariamente o repelente.

O Parque da Lajinha foi fechado temporariamente em caráter preventivo no dia 4 de abril, depois que foram encontrados os dois primatas mortos nas redondezas.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.