Quinta-feira, 8 de junho de 2017, atualizada às 8h38

Vigilante atingido pode ter participado do crime no Novo Triunfo II

Da redação

A Polícia Civil apresentou, em coletiva de imprensa, dois homens, de 21 e 30 anos, suspeitos do latrocínio - roubo seguido de morte - ocorrido no dia 18 de maio, dentro de uma casa no condomínio habitacional Novo Triunfo II.

Segundo a PC, o mais velho seria o próprio vigilante que ficou ferido durante o crime. Na ocasião, outro vigilante de 50 anos, que estava no local, foi morto por disparo de arma de fogo.

De acordo com o delegado Rogério Woyame, que responde interinamente pela Delegacia Especializada de Repressão a Roubos, após investigações, foi possível cumprir, na última quinta, 1º de junho, o mandado de prisão temporária em desfavor do suspeito de 21 anos, que foi reconhecido pela vítima. “Ele quem teria efetuado os disparos”, explicou.

Segundo ele, o vigilante que sobreviveu apresentou diversas informações conflituosas diante dos depoimentos. Investigações apontam que ele teria participação no crime. “Ele foi preso na última sexta-feira [2]. Agora, o inquérito será relatado com indiciamento dos dois em coautoria de latrocínio e enviado à Justiça amanhã”, concluiu, informando que também será pedida a prisão preventiva dos dois suspeitos.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.