• Assinantes
  • Autenticação
  • Cidade
    Terça-feira, 23 de julho de 2019, atualizada às 9h50

    Cemig identifica ligações irregulares em Juiz de Fora

    Da redação

    A Cemig verificou, durante um mutirão na última semana, os medidores de cerca de 150 consumidores de Juiz de Fora e encontrou indícios de irregularidades em 68 instalações, incluindo 32 consumidores comerciais com alto consumo (padarias, pizzarias, academias, restaurantes, etc). Todos os medidores que apresentavam suspeita de fraude foram encaminhados para perícia.

    Segundo a assessoria da companhia, "o número de inspeções para identificação e remoção de ligações irregulares e clandestinas cresceu mais de 700% em Minas Gerais nos últimos três anos, de acordo com dados da Cemig. Em 2016, foram realizadas 26 mil inspeções pela Companhia, e, no ano passado, 185 mil".

    Somente, no primeiro semestre de 2019, a Cemig  já inspecionou 115 mil medidores de energia e identificou cerca de 34 mil irregularidades. O objetivo das vistorias é reduzir o número de fraudes na rede de distribuição, pois as perdas decorrentes das ligações irregulares refletem não somente na economia da empresa, mas também da população, já que a energia furtada é considerada na composição da tarifa de energia elétrica.

    Além das inspeções de rotina, a Cemig realiza, a cada 15 dias, mutirões para minimizar o prejuízo anual de aproximadamente R$ 450 milhões com o furto de energia. De acordo com o engenheiro de controle e combate a perdas comerciais Saad do Carmo, da Cemig, costuma-se vincular erroneamente ligações irregulares e clandestinas à população de baixa renda e a moradores da periferia.

    "A prática permeia todas as classes sociais. É uma questão de cultura e estamos tentando combater isso. O prejuízo é rateado entre a Cemig Distribuição e todos os consumidores adimplentes, aumentando os custos da distribuidora e encarecendo a tarifa para aqueles que usam a energia de maneira honesta", afirma Saad.

    Ainda segundo o engenheiro, a tarifa dos consumidores mineiros poderia ser até 5% mais barata se não houvesse ligações irregulares e clandestinas na área de concessão da Cemig. Por isso, a Companhia investe em operações e possui, ainda, um centro de inteligência que monitora o consumo de todos os clientes em tempo real.

    "Acompanhamos o consumo das cerca de 8,5 milhões de unidades consumidoras e, além de fazer a rotina diária de inspeções através dessas avaliações de consumo, realizamos mutirões em todos o estado. Temos encontrado muitas irregularidades e, ao corrigi-las, conseguimos preservar a receita da companhia", destaca Saad.

    O consumidor também pode auxiliar a companhia no combate ao furto de energia, denunciando irregularidades. Essas denúncias são feitas de forma anônima pelo telefone 116.

    A Melhor Internet Está Aqui

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.