• Assinantes
  • Autenticação
  • Cidade
    Quarta-feira, 14 de agosto de 2019, atualizada às 9h25

    Justiça condena homem por tentativa de feminicídio em Juiz de Fora

    Da redação

    Um homem que tentou matar a ex-companheira na frente dos três filhos do casal, durante uma festa, em Juiz de Fora, foi condenado a dez anos de reclusão, em regime inicial fechado. O júri, no último dia 7 de agosto, foi presidido pelo juiz Paulo Tristão Machado Júnior.

    O crime aconteceu na madrugada de 11 de março de 2018. O réu, Sílvio Natalino da Silva Oliveira esfaqueou duas vezes a ex-mulher, com quem teve um relacionamento de 17 anos.

    Segundo o Ministério Público, o casal se separou em razão da infidelidade do homem e do uso excessivo de álcool por ele, que não aceitou o fim do relacionamento. Durante o período de convivência, o ex-companheiro era agressivo e ciumento.

    No dia do crime, ainda de acordo com a denúncia, o réu enviou mensagens de texto à vítima, com ameaças, e disse a um dos filhos que a mataria. A mulher foi golpeada pelas costas e as agressões só foram interrompidas porque os filhos e convidados intervieram.

    O Conselho de Sentença considerou o réu culpado da tentativa de homicídio, com a qualificadora de recurso que dificultou a defesa da vítima, em fatos que constituem feminicídio.

    Ao fixar a pena, o magistrado considerou, entre outros aspectos, a confissão do réu, o fato de ele não ter antecedentes criminais e de a vítima ter sido golpeada pelas costas e na presença de várias pessoas, entre elas, os filhos menores do casal. Não foi concedido ao réu o direito de recorrer em liberdade.

    A Melhor Internet Está Aqui

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.