Segunda-feira, 13 de janeiro de 2020, atualizada às 17h42

Polícia Civil conclui investigação sobre assassinato de militar reformado do Exército

Da redação

A Polícia Civil concluiu a investigação sobre o homicídio consumado que vitimou um militar reformado do Exército, de 58 anos, ocorrido no município de Juiz de Fora, na Zona Norte, em dezembro do último ano. No dia 17 de dezembro, duas pessoas foram presas, suspeitas de envolvimento no crime, entre elas, uma mulher, de 42 anos, que foi indiciada por homicídio duplamente qualificado por motivo fútil e por dificultar a resistência da vítima. Já o idoso, de 71 anos, que estava preso, morreu no sistema prisional.

De acordo com o titular da Delegacia Especializada de Homicídios, delegado Rodrigo Rolli, investigações apontam que se trata de um crime que teria sido planejado pela esposa do militar reformado e pelo ex-sogro dela para ceifar a vida da vítima. O homicídio teria acontecido em virtude de dinheiro, já que havia um seguro de vida, no valor de, aproximadamente, R$457 mil, pensão e imóveis. “No relatório final, também foi solicitada a transformação da prisão temporária em prisão preventiva da investigada”, concluiu o delegado.

Caso

O corpo da vítima foi encontrado no dia 6 de dezembro, no interior de um veículo, na BR-040 (entroncamento com a AMG-3085), no Bairro Barreira do Triunfo, na Zona Norte da cidade. O homem teria sido morto com disparos de arma de fogo na cabeça.


Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.