• Assinantes
  • Autenticação
  • Cidade
    Quarta-feira, 29 de janeiro de 2020, atualizada às 12h29

    Corpo de idosa é encontrado em estado avançado de decomposição no Santa Cruz

    Da redação

    O corpo de uma idosa, de 79 anos, foi encontrado dentro de sua casa, no bairro Santa Cruz, já em estado avançado de decomposição. A Polícia Militar foi acionada pelo irmão da vítima, 69, na manhã de terça-feira, 28 de janeiro.

    O solicitante contou aos policiais que desde domingo, 26, não conseguia fazer contato com a idosa e, por este motivo, foi até a residência dela, onde sentiu forte odor. Ao abrir a porta, se deparou com a mulher sentada no sofá com um lençol sobre o corpo e muito sangue no chão da sala. Ele disse que o apartamento estava trancado, mas não encontrou as chaves do imóvel.

    Dias antes do ocorrido, a vítima foi até o escritório do irmão com quase R$ 2 mil em moeda dentro de uma bolsa que não foi encontrada no apartamento. O cofre onde o dinheiro era guardado estava quebrado.

    Segundo o boletim de ocorrência, uma das vizinhas relatou que estava em casa no sábado, 25, e que, por volta das 18h, escutou a moradora chegando em casa na companhia de um homem, e, uma hora depois, ouviu a mulher gritando, parecendo estar sendo sufocada e batia os pés no chão. Ela conseguiu visualizar o rapaz pela janela sentado no sofá e aparentava ser o sobrinho, 30 anos, da vítima.

    A PM foi até o suspeito que contou que esteve com a tia na sexta, 24, mas que sábado teria saído com os amigos.

    A perícia da Polícia Civil esteve no local do crime e confirmou indícios que a vítima teria sido morta por esganadura ou sufocamento. O corpo foi removido pela funerária de plantão para o Instituto Médico Legal (IML).

    O caso será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios da Polícia Civil.


    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.