33 pessoas dormiram nas tendas emergenciais em Juiz de Fora

Uma das tendas fica na Praça do Riachuelo

da Redação - 30/07/2021

A madrugada desta sexta-feira, 30, foi a mais fria registrada nos últimos 21 anos, conforme dados emitidos pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). A queda brusca de temperatura já estava prevista e, em função do alerta de frio intenso, duas tendas emergenciais foram montadas pela Defesa Civil da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) para proteger a população em situação de rua. Uma das tendas fica na Praça do Riachuelo, em frente ao Santa Cruz Shopping. Já a outra, feita em parceria com a Associação de Moradores do bairro Benfica e com a Associação Municipal de Catadores de Papel e Materiais Reaproveitáveis de Juiz de Fora (Ascajuf), fica na Rua Diogo Álvares, 459.  

Ao todo, 304 pessoas pernoitaram em todos os abrigos disponibilizados pela PJF durante a madrugada mais fria do século. A montagem das tendas é uma medida emergencial para garantir pontos de apoio à população em situação de vulnerabilidade durante a onda de frio intenso. Na primeira noite de funcionamento do equipamento, 16 pessoas dormiram no espaço montado na Praça do Riachuelo e 17 pessoas dormiram na tenda da Zona Norte. Além disso, mais pessoas estiveram nos locais para buscar cobertores, água e alimentação. As tendas funcionarão durante 24 horas e serão desmontadas na manhã de terça-feira, 3. Nos locais, há área para acolhimento dos animais de estimação das pessoas em situação de vulnerabilidade e espaço para armazenamento de carrinhos, carroças e de outros objetos de trabalho utilizados durante o dia a dia.

A secretária de Governo, Cidinha Louzada, destaca que esta foi uma ação desenvolvida de modo emergencial para salvar vidas, já que as baixas temperaturas podem levar à hipotermia. “Tivemos sensação térmica negativa durante esta madrugada. A montagem das tendas temporárias foi fundamental para que as pessoas tivessem um local para recorrer em busca de proteção”, afirma.

Atendimento contínuo

Em qualquer momento, caso seja identificada uma pessoa em situação de rua precisando de apoio diante das baixas temperaturas, o ideal é entrar em contato com a PJF para que a pessoa seja amparada e encaminhada para um local seguro. Das 7h às 23h, o contato deve ser feito com a abordagem social através do telefone (32) 3690-7770. Já a partir das 23h, a população deve ligar para a Defesa Civil, no número 199.

Juiz de Fora possui seis locais de acolhimento durante a noite:

- Casa de Passagem para Homens. Av Brasil, 265
- Casa Cem. Travessa Doutor Prisco, 55 - Centro
- Casa Sta Luzia. Rua Ibitiguaia, 1.240 - Santa Luzia
- Casa Jardim Esperança: Rua Padre Acácio Duarte, 2 - Jardim Esperança
- Casa de Passagem para Mulheres. Rua Oswaldo Cruz, 85 - Centro
- Casa da Cidadania. Av Ilva Melo Reis, 6001 - Terras Altas

Além disso, o Plano de Contingência para Situações de Baixas Temperaturas, criado pela PJF, viabilizou a instauração de um alojamento emergencial para abrigar pessoas em situação de rua durante a noite localizado no prédio da Empresa Regional de Habitação de Juiz de Fora (EmCasa). O local, que abriga até 50 pessoas, funcionará durante todo o inverno e disponibiliza espaço para guardar carrinhos, permite o acolhimento de animais de estimação e permite a presença de casais.

Solidariedade

Durante esta madrugada, a população realizou doações tanto no Centro quanto na Zona Norte. Para os próximos dias, as tendas emergenciais estão precisando de doações de cobertores, colchões, garrafas de água mineral, copos descartáveis e agasalhos masculinos.

Desde o final de junho, a campanha "Juiz de Fora Solidária no Frio” está arrecadando doações para a população em situação de rua e para famílias em situação de vulnerabilidade social. Além de cobertores e colchões, a campanha também recebe doações de utensílios descartáveis (copos, colheres, garfos e cumbucas), toalhas, materiais de higiene pessoal (prestobarba e escova de dente) e chinelos masculinos e femininos, que serão destinados para o abrigo temporário instalado no prédio da EmCasa.

Confira os pontos de recolhimento:

- Prédio da Prefeitura: Avenida Brasil, 2.001, Centro, de segunda a sexta, das 8h às 18h
- Passe Livre: Rua Fonseca Hermes, 143, Centro, de segunda a sexta, das 8h às 17h
- Casa da Mulher: Avenida Garibalde Campinhos, 169, Vitorino Braga (em frente ao Colégio Santos Anjos), de segunda a sexta, das 7h30 às 17h
- Independência Shopping: Avenida Presidente Itamar Franco, 3.600, Cascatinha, de segunda a sábado, das 10h às 22h, e aos domingos e feriados, das 13h às 21h.
- Sede da Sesmaur: Avenida Barão do Rio Branco, 1.843 – 1°, 2°, 3°, 5° e 6° andar, Centro, de segunda a sexta, das 8h às 18h.
- Parque da Lajinha: Avenida Deusdedit Salgado, Teixeiras, de segunda a sexta, das 8h às 18h
- Prédio da EmCasa (Alojamento emergencial): Avenida Brasil, 2.340, de segunda a sexta, das 8h às 18h

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.