• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura

    Zuzu Angel Lançamento nacional do filme acontece em Juiz de Fora e conta com a presença de Patrícia Pillar e Alexandre Borges

    Fernanda Leonel
    Repórter
    31/07/2006
    Tapete vermelho e canhão seguidor fazendo um rastro de luz no céu. Agitadores culturais, produtores, artistas. Físico e humano compondo um cenário típico de uma grande noite de festa. Foi assim que Juiz de Fora marcou um "x" sob o dia 31 de julho, no calendário cultural da cidade. Foi com grande orgulho que a cidade sediou o lançamento nacional do filme Zuzu Angel.

    A parceria entre o longa nacional e o local onde ele foi lançado não é nova. No ano passado, a equipe do diretor Sérgio Rezende esteve na cidade durante o processo de gravação. Cinco semanas, do trabalho total de oito, foram rodadas em JF.

    Mais motivos históricos foram relembrados por Hildegard Angel (na foto, a direita), filha de Zuzu Angel, que estava presente na noite de lançamento: "Esse filme tinha que ter uma ligação forte com Juiz de Fora.

    O meu pai veio para a vizinha cidade de Matias Barbosa para abrir um orfanato, o Sérgio [diretor] é da família Rezende aqui da região, Patrícia Pillar que tão bem está representando a minha mãe tem parentes aqui na cidade",falou Hildegard, completando as justificativas do lançamento em Juiz de Fora.

    O lançamento aconteceu no Espaço Cultural Unibanco Palace. Às 20h, um público de aproximadamente 150 pessoas começou a chegar. Todos ansiosos para assistir ao longa nas telonas e também para conferir a chegada da protagonista do filme, Patrícia Pillar(foto).

    Alexandre Borges (foto abaixo), que viveu o personagem Fraga, advogado de Zuzu, também marcou presença na festa. Tanto ele, quanto Patrícia Pillar circularam pelo hall de entrada do espaço cultural, minutos antes de irem para as salas de cinema, junto com Sérgio Rezende e outros atores que participaram do longa.

    Na frente da tela, o elenco do filme e as duas filhas da inspiradora do enredo, Hildegard e Ana Cristina, falaram sobre a emoção de ver o trabalho concretizado, pronto para apreciação. "Trabalhamos duro para deixar pronto tudo que vocês aqui. Mas foi gratificanete e me sinto honrado de trabalhar com todas essas pessoas. Não digo que esse é um trabalho meu, mas de cada um que fez parte desse projeto", declarou Sérgio.

    Patrícia também falou. Disse que estava "imensamente" feliz com o filme. Que Zuzu era o personagem mais complexo, mais difícil e mais rico de toda sua carreira. Para interpretar Zuzu, a atriz estudou inglês, história e corte e costura, conhecimentos que ela destacou como muito importantes para a caracterização da personagem.

    "Eduquei todo o meu corpo para essa atividade", falou Patrícia (na foto ao lado do diretor Sérgio Rezende). A atriz realizou uma intensa pesquisa em periódicos da época em que se passa a história e conversou muito com Hildegard para se "fazer Zuzu".

    "O processo de preparação foi fundamental para eu entender toda a história dela, para eu ter a certeza da emoção em cada momento". A personagem de Patrícia participa de aproximadamente 90% da trama e contracena com todos os personagens do filme.

    Depois da breve conversa com o público, o filme foi exibido nas duas salas do Palace. Todas lotadas, diga-se de passagem. Coisa mais fácil era ver cadeiras de madeira improvisadas, formando uma nova "fileira" atrás das poltronas. Resultado: algumas pessoas acabaram sentando no chão.

    Depois da exibição, de aproximadamente 110 minutos do drama, muitas palmas. O público ficou de pé para aplaudir o drama que reflete um dos períodos mais duros da história do Brasil: a ditadura militar. Depois foi a vez dos flashes dos fãs tomarem conta do saguão, enquanto Patrícia Pillar e Alexandre Borges ainda estavam por lá.

    Juiz de Fora como cenário
    Vinte cenários interiores de Zuzu Angel foram montados em um prédio da Faculdade de Odontologia da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Durante as cinco semanas que a equipe ficou por aqui, quase todos as locações do filme foram montadas.

    Segundo o diretor de Arte, Marcos Flaksman, a escolha de Juiz de Fora como cenário do filme foi decidida porque eles queriam filmar em uma cidade menos movimentada, que desse a escala mais próxima do que era o Rio de Janeiro na década de 70.

    Embora a história se passe no Rio, na capital fluminense foi filmado apenas o que era essencial: cenas na praia de Ipanema, no Jardim de Alah, no Tunel Zuzu Angel, nos bairros da Urca e no Copacabana Palace.

    "A sacada de filmar em Juiz de Fora foi sensacional", comentou o produtor de Zuzu Angel, Joaquim Vaz de Carvalho (foto acima), que também estava presente no lançamento. Ele diz que a locomoção, as autorizações, tudo, ficaria mais complicado caso o filme fosse filmado do Rio.

    Destacando o que Juiz de Fora fez pelo filme, ele também fez questão de dizer que a cidade também tem a ganhar com a filmagem e lançamento do longa na cidade. "Essa parceria ainda vai longe", brincou.

    A cidade também se fez presente no elenco de apoio. Nomes como Márcia Falabella, Marcelo Gaio e Rodrigo Fagundes ganharam elogios do diretor Sérgio Rezende (foto acima): "à turma de craques que estrela o filme, veio se juntar mais tarde, uma turma de Juiz de Fora, cidade que tem um movimento teatral muito expressivo, onde compusemos o elenco de apoio.

    O longa está com estréia prevista nos três cinemas da cidade, na próxima sexta-feira, 04 de agosto. É esperar para ver o que o público da cidade que tanto fez parte dessa história fictícia achou do resultado final. Uma pena, e impossível de não dizer, é saber que a história real contada é o reflexo de uma realidade que pertenceu ao Brasil.


    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.