• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura
    Quinta-feira, 11 de março de 2010, atualizada às 19h

    Evento pretende discutir a identidade da arte em Juiz de Fora

    Aline Furtado
    Repórter

    Com o objetivo de identificar qual é a posição de Juiz de Fora no contexto das artes plásticas, teve início, na última quarta-feira, 10 de março, o Circuito de Arte Identidade, promovido pela Confraria de Arte – Coletivo de Artistas Visuais de Juiz de Fora. O evento, que vai oferecer exposição, oficinas e debates, prossegue até o dia 31 de março, na Casa de Cultura.

    De acordo com o coautor do projeto, Mauro Morais, a Confraria de Arte foi criada no ano passado, a fim de funcionar como um espaço para debate entre artistas plásticos. "As artes plásticas são uma das únicas formas de arte que acontecem de forma solitária." Ele destaca que, durante os encontros, são discutidos temas como a necessidade de formação de público para este segmento, assim como a questão da identidade.

    A expectativa dos organizadores é de reunir um total de 2,3 mil pessoas durante todo o evento. "Na vernissage tivemos a certeza de que existe um público carente de arte com qualidade em Juiz de Fora. Reunimos, em uma noite, entre 300 e 500 pessoas", comemora.

    Entre os temas que serão abordados nas oficinas estão fotografia, grafite, escultura, pintura em vidro e em gesso, moda e mosaico. As oficinas são gratuitas e as inscrições podem ser feitas na Casa de Cultura, que fica na avenida Rio Branco, 3372. "Basta preencher uma ficha de inscrição. Os materiais necessários serão fornecidos aos inscritos e não é necessário ter qualquer tipo de conhecimento prévio. A ideia é chamar o público para as oficinas e repassar informações que servirão como auxílio para a criação de leitores de exposições." Estão disponíveis 70 vagas para as sete oficinas.

    Programação

    10 a 31 de março - Exposição Identidade. De segunda a sexta, das 14 às 19h

    Até a próxima semana - Inscrições para as oficinas, das 14 às 19h

    15 a 31 de março - Oficinas

    19 de março - Debate Identidades na Arte com Sérgio Veloso, no Anfiteatro da Casa de Cultura

    31 de março - Debate Juiz de Fora e a Confraria de Arte, com convidados e mediação de Mauro Morais, no Anfiteatro da Casa de Cultura

    31 de março - Coquetel de encerramento

     

    OFICINAS

    • Molde Perdido - Wagner Fortes - de 15 a 17 de março - das 14 às 18h - limite de 10 pessoas
    • Mosaico - Léo Paiva - de 15 a 17 de março - das 14 às 18h - limite de 10 pessoas
    • Pintura em Gesso - Marcilene Ladeira - de 18 a 24 de março - das 14 às 18h - limite de 10 pessoas
    •  Fotografia - Nina Mello - 22 e 23 de março - das 15 às 18h - limite de 12 pessoas
    • Pintura em garrafas de vidro - Márcia Marques - de 22 a 24 de março - das 9 às 11h - limite de 10 pessoas
    • Figurino - Dani Britto - 25 e 26 de março - das 14 às 18h - limite de 10 pessoas
    • Pintura Urbana - Tiago Macedo e Ana Emília - de 19 a 31 de março - das 14 às 18h - limite de 10 pessoas

    Os textos são revisados por Madalena Fernandes

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.