• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura
    Terça-feira, 26 de março de 2013, atualizada às 17h56

    Imóvel conhecido como Palacete Fellet é tombado em JF

    Cintia Charlene
    *Colaboração
    palacete fellet

    O imóvel localizado na rua Espírito Santo 764, na esquina com a avenida Presidente Itamar Franco, conhecido como "Palacete Fellet", foi tombado conforme decreto nº 11.519, publicado nesta terça-feira, 26 de março, nos Atos do Governo.

    O texto do decreto destaca o valor histórico e cultural do imóvel, assim o fato de sua importância arquitetônica, histórica e cultural ter sido reconhecida por decisão do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, proferida em Ação Civil Pública que impediu a demolição por parte de uma construtora, que adquiriu o bem da família Fellet. Segundo a ação, as partes demolidas deveriam ser reconstruídas ou, na impossibilidade, deveria ser construída, no local, uma área de lazer sob orientação da Divisão de Patrimônio Cultural (Dipac), da Fundação Cultural Alfredo Ferreira Lage (Funalfa).

    Além disso, o decreto aponta a peculiaridade arquitetônica em relação ao conjunto das construções em Juiz de Fora e as características estéticas e funcionais que devem ser valorizadas e preservadas. O tombamento abrange as fachadas do imóvel e sua volumetria construtiva, no estado em que se encontra.

    palacete fellet

    Erguido no século XX, o imóvel foi construído por João Fellet e herdado por sua filha. Contudo, com a morte, no ano de 1993, o palacete foi vendido por seu filho a uma construtora, que começou a demolir o prédio no ano seguinte. O Ministério Público conseguiu embargar a obra, visto que o imóvel estava com o processo de tombamento em estudo.

    Com o abandono, desde 1994, o local passou a ser frequentado por usuários de drogas e moradores de rua, além de ser usado como esconderijo por ladrões. Em fevereiro de 2011, a Defesa Civil elaborou laudo técnico que apontava o risco iminente de queda e a necessidade de intervenção. Também em 2011, o corpo de um homem de 20 anos foi encontrado dentro da edificação.

    *Cintia Charlene é estudante do 7º período de Comunicação Social da UFJF

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.