• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura
    Segunda-feira, 16 de setembro de 2013, atualizada às 16h09

    Bienal da Arquitetura pretende atrair mais de 2 mil pessoas em Juiz de Fora

    Eduardo Maia
    Repórter
    bienal

    Começa nesta quinta-feira, 19 de setembro, a segunda edição da Bienal Regional de Arquitetura da Zona da Mata e Vertentes - MG. Em dez dias de evento, são esperadas mais de duas mil pessoas para discutir a qualidade da produção arquitetônica e urbanística da região, por meio de exposições, palestras e workshops. Todas as atividades serão realizadas no Centro Cultural Bernardo Mascarenhas (CCBM), em Juiz de Fora. A entrada é gratuita.

    Segundo o presidente do Instituto dos Arquitetos do Brasil - Núcleo Juiz de Fora, Marcos Olender, um dos objetivos é tornar conhecida a produção arquitetônica da região. "É muito importante que as pessoas percebam as peculiaridades dos espaços onde as pessoas vivem. Tanto do espaço arquitetônico, quanto do espaço urbanístico como um todo, para que possam até mesmo reivindicar espaços melhores para se viver", reflete.

    Olender explica que a Bienal procura valorizar o trabalho de arquitetos renomados, como na primeira edição quando homenageou o juizforano Arthur Arcuri. "A cada edição nós prestamos uma homenagem a um nome da arquitetura, e dessa vez vamos homenagear o Paulo Francisco de Oliveira, importante profissional da cidade de Viçosa."

    Prêmio Arthur Arcuri

    Um dos pontos altos da Bienal é a premiação de projetos de arquitetura, em duas mostras competitivas no dia do encerramento, 29 de setembro. Abertas ao público para visitação gratuita, uma delas é direcionada aos arquitetos e urbanistas, dividida em quatro categorias - Residencial, Empresarial, Institucional e Interiores-Paisagismo.

    A segunda modalidade é direcionada aos estudantes de graduação, com a avaliação dos projetos desenvolvidos nos cursos das universidades federais de Juiz de Fora (UFJF), Viçosa (UFV), São João del-Rei (UFSJ) e do Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora (CES). "É importante discutir a produção, a qualidade e a formação de novos arquitetos e tudo aquilo que podemos deixar para as gerações futuras", afirma o presidente do IAB.

    Exposições

    Seguindo a primeira Bienal, novamente será realizada uma mostra que reunirá dois arquitetos com obras relevantes na região. As outras exposições são Fotomaquete de arquitetura, do arquiteto Alexandre Fioravante, Padrões urbanos, do arquiteto Ítalo Stephan e Juiz de Fora 360º, dos fotógrafos Kempton Vianna e Mike Britto e Vitrais de Juiz de Fora, da Divisão de Patrimônio Cultural da Funalfa.

    Programação

    19 de setembro

    18h30
    Solenidade de Abertura - Auditório do CCBM

    19h
    Palestra inaugural: Arquitetura e a Industrialização da Construção, com o arquiteto Sidônio Porto
    Auditório do CCBM

    20h
    Lançamento do livro: "Sidônio Porto: Um Intérprete do seu Tempo"

    20 de setembro

    9h
    Abertura da exposição de trabalhos

    19h
    Palestra com o arquiteto Alder Catunda Timbó Muniz (do escritório Archi 5) - Videoteca

    25 de setembro

    19h
    Workshop Smart Home cine
    Videoteca

    29 de setembro

    18h
    Entrega dos prêmios aos trabalhos escolhidos das exposições, do concurso de detalhes arquitetônicos e do workshop - Videoteca

    18h30
    Solenidade de encerramento da 2ª Bienal Regional - Espaço de exposição Arlindo Daibert

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.