Terça-feira, 22 de janeiro de 2019, atualizada às 8h27

Documentário destaca tradição cervejeira de Juiz de Fora

Da redação

Nesta terça-feira, 22 de janeiro, às 19h30, no Hotel Green Hill (Avenida Deusdedith Salgado, 4.351 - Bairro Salvaterra), ocorre o lançamento do documentário Além do Malte: Cultura, Cerveja e História em Juiz de Fora, produzido e dirigido pela jornalista Mariana Pena.

O filme, viabilizado com financiamento da Lei Municipal de Incentivo à Cultura Murilo Mendes, apresenta aspectos culturais, econômicos e históricos para explicar o diferencial da produção cervejeira local em comparação com o resto do país.

Segundo a assessoria da Fundação Cultural Alfredo Ferreira Lage (Funalfa), "Mariana mostra que Juiz de Fora teve algumas das primeiras cervejarias do Brasil, reflexo das imigrações germânica e holandesa. A cidade possui muitos produtos premiados e, fora da Europa, a única igreja (da Glória) que produz a bebida."

A ideia surgiu após uma viagem de intercâmbio a Londres, em que Mariana criou o blog 80 dias, 80 pubs, e passou a atuar como instagrammer na área de cervejas artesanais. De volta à cidade, a jornalista reuniu-se com o casal Daniel Dias e Karinny Gréggio, co-produtores do documentário. "Foram quatro anos de pesquisa e dois de gravação".

A conclusão é de que bebida é um forte negócio. Existem mais de 120 estilos certificados no mundo, e o mercado das cervejas premium vem crescendo mais do que o das convencionais. Por englobar turismo, gastronomia, diferentes formas de produção, economia, história, arte e design, a cerveja é importante produto cultural e vem se consolidando como a identidade juiz-forana, que, por muito tempo, foi reconhecida como polo industrial e têxtil.

O lançamento terá, ainda, exposição de artesanato do projeto Memórias JF, com peças inspiradas na história da cerveja juiz-forana, e um networking, com participação das cervejarias Antuérpia, Escola Cervejaria Mirante, Mr. Tugas, Timboo, São Bartolomeu, Golem, Sathach e Barbante. O média–metragem também teve participação da Brauhaus e Artezannale e da cerveja produzida na Igreja da Glória, pelo padre Flávio Campos, a “Hofbaue”.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.