• Assinantes
  • Autenticação
  • Direitos Humanos
    Aline Maia Aline Maia 26/12/2011

    Por mais justiça social em 2012Depois de um 2011 marcado por greves, denúncias e situações que expõem a fragilidade humana, cidadãos expressam o que esperam para o ano de eleições

    Foto de urna eletrônicaTopa um rápido exercício? Então, vamos lá. Você se lembra das notícias a seguir? Como cada um destes assuntos impactou na sua vida em 2011?

    "Professores estaduais em greve por mais de cem dias em Minas Gerais."

    "Médicos do SUS e bancários também cruzam os braços para reivindicar reajuste salarial e melhores condições de trabalho."

    "Alunos, pais e educadores saem às ruas com cartazes e faixas pedindo o fim da violência na zona norte de Juiz de Fora."

    "Rio Novo, Juiz de Fora, Recreio, Leopoldina, Matias Barbosa e Cataguases entre os 20 municípios mineiros com o maior número de casos notificados de dengue."

    "Mãe e padrasto são acusados de maltratar a filha de 14 anos. A adolescente foi internada no Hospital de Pronto Socorro de Juiz de Fora com desnutrição, marcas de queimadura e machucados. Segundo a Polícia Militar, ela teria sofrido agressões físicas e sexuais. A família é de Coronel Pacheco, mas se mudou para Chácara, onde um conselheiro tutelar denunciou a violência."

    "Juiz de Fora ganha o Centro de Referência da Mulher, uma via de acesso das cidadãs em situação de risco aos serviços governamentais e não-governamentais que integram a Rede de Proteção do município."

    "Moradores de Muriaé se unem no projeto Rede de Vizinhos Protegidos para evitar pequenos crimes em bairros."

    "Disque Denúncia Unificado (181) completa quatro anos em 2011 com 208,9 mil informações recebidas, resultando na apreensão de 13 toneladas de drogas, entre papelotes de cocaína, buchas de maconha e pedras de crack."

    "População de São João del-Rei passa a contar com a Casa dos Conselhos, que reúne, em um mesmo espaço, os Conselhos de Patrimônio, Cultura, Turismo, Convention Bureau e Associação dos Amigos da cidade."

    "Ministério da Saúde suspende repasse para 25 equipes de Saúde da Família de Barbacena. A decisão foi tomada depois que a Secretaria Estadual de Saúde apontou irregularidades, como profissionais com duplicidade de cadastros."

    "Vereadores de Juiz de Fora aprovam aumento de 46,5% nos próprios salários. População protesta".

    "TRE define nomes dos juízes eleitorais para as eleições municipais de 2012."

    O ano de 2011 chega ao fim. Na lembrança, boas e más notícias, situações estarrecedoras e outras revoltantes que povoaram os noticiários regionais. Há também aquelas informações que apontam a busca coletiva por direitos de uma categoria. E ainda as que suscitam uma centelha de esperança. Um indício de que ainda é possível acreditar na capacidade humana de se dispor a pensar e fazer o bem ao próximo.

    Da luta pela reivindicação salarial ao clamor de paz nas escolas. Da denúncia da agressão infanto-juvenil à estipulação de medidas protetivas a pessoas em situação de vulnerabilidade. De escândalos de mau uso do dinheiro público à definição dos magistrados que conduzirão o pleito que está por vir em 2012. Em meio ao emaranhado de emoções típicas do fim de ano, os cidadãos também revelam seus votos e desejos de uma sociedade mais justa e igualitária para o novo ano que traz a possibilidade de escolha dos governantes municipais por mais quatro anos. E é com algumas destas manifestações que encerramos nossa última coluna sobre Cidadania neste ano:

    "Em 2012, quero ver o processo de escolha dos nossos representantes, de fato, livre e democrático. Que nós possamos participar de forma efetiva deste processo, analisando nossos candidatos e não ficando alheios.

    Quero ver e poder participar de ações que digam respeito à igualdade de condições entre nós. É isso que reflito com os meus alunos. Somos cidadãos, temos que buscar essa igualdade e ela começa com o acesso ao conhecimento, com a educação."

    Charline Domingos, professora de História na rede estadual em Juiz de Fora e Matias Barbosa

    "A gente espera a justiça social. É isso que a gente busca. Você vê moradores de rua, catadores de papel e outras pessoas que não têm o mínimo para poder viver. Então a gente busca construir uma sociedade mais fraterna e justa para que a cada dia haja a transformação social necessária."

    Maris Stela Ferreira Gomes – membro do Fórum da População de Rua, do Centro de
    Defesa dos Direitos Humanos e da Cáritas Arquidiocesana de Juiz de Fora

    "Espero para o ano de 2012, que os cidadãos saibam respeitar e participar das decisões da sociedade para melhorar suas vidas e a de outras pessoas. Ser cidadão é nunca se esquecer das pessoas que mais necessitam."

    Ana Maria Roberto, formada em Filosofia e atuante em movimentos religiosos.

    Qual o seu desejo?

    Cidadania para todos e todas! Envolvimento nas questões que dizem respeito à sociedade. Vamos mudar, para melhor, as principais manchetes dos noticiários no novo ano. Que venha 2012!

    Mais artigos

    Aline Maia é jornalista e professora universitária. Graduada e Mestre em Comunicação pela UFJF, tem experiência em rádio, TV e internet. Interessa-se por pesquisas sobre televisão, telejornalismo, cidadania e juventude.Também é atuante em movimentos populares e religiosos.

    A Melhor Internet Está Aqui

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.