• Assinantes
  • Autenticação
  • Direitos Humanos matéria em audio

    Reconstruir Iniciativa de amigos sensibilizados com famílias que perderam suas casas motiva criação de ONG

    Djenane Pimentel
    Repórter
    03/03/2005

    Associação Juizforana Pró-Moradia Reconstruir A Associação Juizforana Pró-Moradia Reconstruir se iniciou por meio da iniciativa de um grupo de amigos, sensibilizados com o problema de muitas famílias que perderam suas casas no início de 2004, com as chuvas torrenciais que caíram em Juiz de Fora. O grupo se reuniu, então, para tentar arrecadar fundos para ajudar a uma família bastante necessitada e, a partir daí, viu que podia fazer mais.

    "Começamos a trabalhar meio que em off, porque a ONG ainda não estava regularizada. Mas, atualmente, ela já se encontra registrada em cartório, perante o poder público. Possuímos conta bancária, estamos construindo um site na internet e, além disso, estamos montando uma campanha publicitária para ser veiculada na televisão, para que a população venha a nos conhecer e nos ajude", afirma o tesoureiro da ONG, Ricardo de Paiva Guedes (foto abaixo).

    Motivados para começar

    Ricardo Guedes A Associação tem como proposta principal auxiliar os desabrigados das chuvas a reconstruirem suas casas. Mas, segundo Ricardo, ela também possui um objetivo mais amplo: reconstruir a própria vida destas pessoas, tanto no lado emocional como no educacional. "Entendemos que, a partir do momento que alguém possui um teto, esta pessoa já começa a ter esperança, a ter vontade de melhorar de vida. Se estiver totalmente desassistida, nunca vai ter oportunidade".

    A ONG Reconstruir tem, hoje, cerca de 50 colaboradores e 15 membros oficiais. De acordo com Ricardo, no ano passado foram realizados vários eventos e festas, no intuito de arrecadar fundos para ajudar à família escolhida. "Os recursos que conseguimos no ano passado partiram também da boa vontade de várias bandas de rock de Juiz de Fora, que se dispuseram a fazer shows cedendo o cachê para nós, assim como a casa noturna, que cedeu a bilheteria. Foram arrecadados em torno de nove mil reais, dinheiro repassado à família necessitada que, hoje, já se encontra na casa reformada".

    Ricardo diz que, apesar de somente terem ajudado uma família até o momento, os membros da ONG estão animados e motivados para começar logo. "Vamos começar a partir de alguns levantamentos da Prefeitura, de famílias que estão vivendo em abrigos; fazer uma lista de prioridades e levantar fundos para ajudar", conta.

    Como ajudar

    O tesoureiro informa que as doações são bem-vindas, e que a ONG também aceita doação de material de construção. Como ainda não possui sede própria, o contato com a ONG pode ser feito pelo email reconstruir@acessa.com ou pelo telefone 3231-4541 (Regina).

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.