• Assinantes
  • Autenticação
  • Direitos Humanos matéria em audio

    Contribua com doação de leite materno Banco de Leite faz campanha para aumentar estoque e prevenir
    falta de leite em período de férias e festas de fim de ano


    Sílvia Zoche
    Repórter
    21/11/2006

    Atualmente, o banco de leite materno da AMAC (Rua Espírito Santo, 1.023) atende cerca de 35 bebês internados em UTI-neonatal de Juiz de Fora e região. Segundo a coordenadora executiva do banco, a pediatra consultora em aleitamento materno pelo instituto americano, Márcia Mizrahy, o número de doações tem sido suficiente para atender a quantidade de pedidos. "Mas nossa intenção é aumentar a quantidade de leite no banco". A doação é realizada sob prescrição médica. "Normalmente, os hospitais já nos enviam".

    Ela lembra que no período de férias e festas de fim de ano há uma tendência na queda no número de doações. "Queremos aproveitar que esta época desperta o espírito de solidariedade para aumentar o estoque". Para ser doadora é preciso estar amamentando, ter boa saúde e sentir que está com excesso de leite. "É aquela mãe que tem sempre o leite vazando, mesmo depois de amamentar", comenta a pediatra.

    As doadoras podem ir até a a sede do programa (Rua Espírito Santo, 1.023), na Santa Casa de Misericórida (Av. Rio Branco, 3353), na Unidade Básica de Saúde do Grama, na Maternidade Terezinha de Jesus (Av. Independência) ou ligar para o Disque Amamentação (3690- 7436) e solicitar que a equipe do Projeto Bombeiro Amigo do Peito vá até a residência recolher o leite.

    O que é preciso para doar

    Para a mãe que vai doar o leite em casa, as recomendações são as seguintes: banho tomado, cabelo preso, máscara ou uma fralda no rosto, estar sem anéis, pulseiras, relógios, lavar bem as mãos e os braços até na altura dos cotovelos.

    O frasco onde o leite vai ser armazenado deve ser de vidro com tampa de plástico como os de maionese. "O vidro deve ser lavado e fervido por 15 minutos e depois emborcado em pano limpo para secar", diz Márcia.

    A mãe deve fazer a extração manual do leite e desprezar os três primeiros jatos. Isto é uma forma de eliminar a bactéria staphylococcus que mora na pele.

    Para as mães que querem fazer a extração sozinhas e depois solicitar que busquem o leite, é preciso armazená-lo em um vidro dois dedos abaixo da tampa e levar ao congelador, longe dos alimentos. "Ele pode ser conservado por 10 dias, mas a equipe do Projeto Bombeiro Amigo do Peito passa semanalmente nos bairros recolhendo".

    Se a mãe recolher leite mais de uma vez no dia, só é possível misturar até 24 horas. "Ela pode colocar em um copo esterelizado e depois misturar no vidro".

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.