• Assinantes
  • Autenticação
  • Direitos Humanos
    matéria em audio

    Padrinhos da solidariedade Natal inspira o apadrinhamento de crianças, jovens e idosos em instituições de Juiz de Fora, na época do Natal. Saiba como você também pode ajudar


    Renata Cristina
    Repórter
    09/12/2006

    Final de ano é sinônimo de solidariedade. E, para quem já se acostumou a ajudar o próximo, a tarefa parece ser gratificante. As campanhas começam a se intensificar no mês de novembro, mas muitas instituições de Juiz de Fora ainda não receberam presentes, material escolar e até alimentos para fazer o Natal de crianças carentes.

    Há quem goste de fazer sua entrega individual e reservar um tempinho para conhecer o trabalho da casa que será ajudada. Outros, se reúnem com amigos e montam as sacolinhas de Natal, apadrinhando uma criança e mandando presentes de acordo com a necessidade daquele "afilhado". Há também outro tipo de apadrinhamento, em que não somente no Natal, mas durante todo ano o voluntário se compromete com alguns itens para a criança, como roupas, medicamentos, material escolar e, quando possível, uma visita.

    A dona de casa Maria Luiza Freguglia (foto ao lado) é madrinha de crianças na Colônia de Hanseníase, próxima a cidade de Juiz de Fora. Há dez anos, ela doa brinquedos e roupas para seus afilhados. "Eles são muito carentes e recebem qualquer tipo de doação", afirma. Assim como ela, cerca de 200 padrinhos ajudam ao centro que cuida, ainda, de gestantes que sofrem da doença.

    Ao contrário da Colônia de Hanseníase, a Aldeia Infantil SOS, instituição que abriga órfãos de 0 a 18 anos, prefere contar com padrinhos fixos que irão contribuir na formação pessoal e também com auxílio financeiro ao longo da vida destes jovens. Para ajudar, é preciso passar pela avaliação de uma assistente social e mostrar as verdadeiras intenções no projeto.

    Já o Educandário Carlos Chagas aceita diversos tipos de ajuda e, neste ano, recebeu doações de material de higiene pessoal para o ano de 2007. A técnica em higiene dental, Rita de Cássia da Silva (foto ao lado), contribuiu com uma sacolinha para um afilhado, que pediu sabonetes, creme dental e shampoos. "Distribuímos várias sacolinhas e algumas pessoas também fizeram uma visita ao Educandário", diz a madrinha.

    Não só no Natal, mas durante todo o ano, o Lar Infantil Luíza de Marilac aceita doações de brinquedos, mantimentos, material de higiene pessoal e escolar. "Toda ajuda é válida", diz a coordenadora da instituição Hélida Albino.

    E quem disse que padrinho não pode se tornar um "pai-drinho"? O orfanato São Pascoal conta com a ajuda da comunidade para manter 12 crianças e a partir do apadrinhamento chega, até mesmo, aos casos de adoção. Atualmente, cinco crianças do orfanato estão fazendo experiência em casas de seus futuros pais.

    Há alguns anos, o Instituto Maria parou de receber as sacolinhas para as 120 crianças assistidas no bairro São Mateus. E acreditem: não foi por escolha do Instituto, mas por esquecimento da população. "O apadrinhamento era uma prática muito comum, mas há um tempo ficou esquecida. Deixamos as pessoas livres e durante um ano, a MRS se ofereceu para ajudar, distribuindo sacolinhas para as crianças", ressalta a gerente administrativa Ana Cristina de Andrade.

    Saiba como você pode ser um padrinho

    Apesar de muita gente contribuir com as diversas instituições da cidade, principalmente no final de ano, há ainda lugares que não receberam aquela "força", para iniciar o ano com fartura e alegria. Abaixo a relação de algumas instituições de Juiz de Fora. Entre contato, pegue mais informações de como colaborar:


    Instituto Maria
    O Instituto Maria está localizado à Rua São Mateus, 1001
    Telefone: 3232-2090

    Conta para doação:
    Banco do Brasil
    Conta nº: 6297-9 Agência: 0024-8
    Juiz de Fora-MG

    Orfanato São Pascoal
    Telefone: 3212-3714

    Lar de Laura

    As doações para o Lar Espírita de Laura podem ser feitas através de depósito bancário:

    BANCO ITAÚ - AG. 3165 C/C 17425-5
    BANCO BRADESCO - AG. 3442-8 C/C 4224-2

    Se você quer encaminhar algum outro tipo de doação, é só enviar para :
    Avenida Santa Luzia, 40 - Bairro Santa Luzia - 36030-450 Juiz de Fora - MG. O Telefone de contato é: (32) 3234-6956

    Lar Infantil Luíza de Marilac

    Os interessados podem procurar a instituição, que fica na rua Mariana Evangelista, 24, no bairro Poço Rico.

    Telefone: 3211-7746

    Veja outras instituições de Juiz de Fora que você também pode colaborador

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.