• Assinantes
  • Autenticação
  • Direitos Humanos
    matéria em audio

    Cultura Negra em destaque Centro de Referência realiza edição 2006 do projeto Lista Negra. A festa vai valorizar e homenagear quem trabalhou pela diversidade racial


    04/12/2006

    Noite de festa para a cultura negra, em Juiz de Fora. Nesta segunda-feira, dia 04 de novembro, o Centro de Referência da Cultura Negra (Cerne) realiza a tradicional festa Lista Negra para homenagear pessoas e entidades que trabalham pela diversidade racial.

    A festa acontece de dois em dois anos e leva esse nome, para fazer uma brincadeira com a expressão da língua portuguesa "lista negra", muito utilizada no sentido pejorativo.

    Na edição 2006 do evento, recebem homenagens: a pesquisadora da Cultura Negra Rita Félix, o professor de história e ativo no movimento negro Rogério Siqueira, a Escola José Calil (Rua Alameda Acácias, s/nº) em razão do projeto África-Brasil e o Espaço Mezcla pela defesa da diversidade cultural.

    O Cerne

    O Centro de Referência da Cultura Negra surgiu para ser exatamente o que seu nome propõe: um centro de organização de idéias, que canalize as informações e a riqueza da cultura negra. Mais que idéias e reflexões, o Cerne trabalha com a prática e com a crença de que ações podem mudar o panorama de discriminação presente.

    Foi exatamente pela prática que a instituição foi fundada, em 1997. Um grupo de amigos negros, já politicamente engajados com a causa da segregação racial resolveram materializar as idéias, e trabalhar pela questão racial com algo que fosse além das denúncias que eles estava acostumados a fazer.

    Mas que práticas são essas, que são alimentam a certeza da transformação? A resposta vem enfática, cheia de razão e de orgulho de quem desde o começo da instituição acredita na semente lançada. José Geraldo Azarias, mais conhecido como Zaca (foto acima), vice-presidente da Associação e um dos fundadores, diz que é na educação que o movimento encontra a certeza da mudança.

    Educação em vários focos: pela conscientização, reivindicação, transformação, auto-estima. Ações que levem e trabalhem a informação para a comunidade negra e que criem oportunidades para quem encontra algum tipo de dificuldade.

    Leia mais!

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.