• Assinantes
  • Autenticação
  • Direitos Humanos

    Trabalho voluntário ajuda cerca de 70 instituições Há 18 anos, o consultor financeiro Antônio Carlos da Silva Estevão distribui cestas básicas. São mais de 20 toneladas de alimentos entregues

    Daniele Gruppi
    Repórter
    16/09/2008

    Há 18 anos, o consultor financeiro Antônio Carlos da Silva Estevão realiza trabalhos voluntários com o objetivo de ajudar às pessoas carentes. Todo ano, ele promove a distribuição de cestas básicas no período do Natal e durante o ano atende aqueles que necessitam com medicamentos, roupas, alimentos e brinquedos.

    São mais de mil cestas entregues, que contabilizam mais de 20 toneladas de alimentos todos os anos. Segundo Antonio Carlos, o trabalho atinge cerca de 70 instituições.

    "Entre maio e junho começo a catalogar as instituições. Pedimos que elas nos enviem um pedido e avaliamos a quantidade que será enviada. Solicitamos aos profissionais que mandem depois uma carta, como se fosse um recibo. Tivemos que profissionalizar a atividade".

    Além dos alimentos, Antônio faz doações de produtos de higiene e limpeza para os internos em penitenciárias e manicômios, de bolas para as crianças e de remédios para os vizinhos de bairro. "Moro perto de um posto de saúde e quando não tem medicamentos, as pessoas vã até a minha casa para ver se posso ajudá-las".

    Foto de alimentos e bolas para doações Antônio é também o presidente do Rotary Club Juiz de Fora do bairro São Mateus. A cidade possui seis clubes, todos independentes. Os objetivos da associação são: estimular e fomentar o ideal de servir, desenvolver o sentimento de companheirismo, ajudar a promover melhorias na comunidade, dentre outros.

    O consultor financeiro começou a participar do Rotary em 1996 e, por compromissos profissionais, acabou se afastando da organização durante uns anos, retornando em 2006. Ele fica no cargo de presidente até julho de 2009.

    Através da atividade na organização, ele faz campanhas para arrecadar cobertores. "Proponho um desafio: a cada cobertura que se consegue recolher, compro o dobro para fazer a doação. Este ano conseguimos distribuir mil cobertores".

    Significado do trabalho voluntário

    De origem humilde, o consultor financeiro alcançou sucesso nos negócios, conseguiu estabilidade e, como forma de agradecer a Deus, ele faz trabalhos voluntários, que apesar de ser católico é independente de religião ou de compromissos políticos. "São Paulo diz que a fé sem obra é morta e é nisso que me baseio".

    Para ele, o trabalho voluntário significa parar de olhar só para si e começar a enxergar o que está ao redor. "Um simples gesto já pode ajudar uma pessoa. Acredito que cada um deve fazer a sua parte". Ele espera que o seu empenho em auxiliar o próximo possa também estimular outras pessoas a fazer o mesmo.

    Ele também incentiva a doação de sangue, num projeto que funciona da seguinte maneira: "A pessoa doa o sangue e com o comprovante da ação em mãos entrega a uma entidade filantrópica que fará chegar cestas às famílias que assiste. O anonimato é total. Quem doa o sangue não sabe quem vai receber. O comprovante é passado à entidade que faz a entrega sem que o doador saiba quem são os favorecidos".

    As doações que Antônio faz, normalmente, também fica no anonimato. "Este é o objetivo, senão o indivíduo pode achar que vai ficar me devendo um favor. E ninguém me deve nada. Quero colher os frutos no 'andar de cima'".


    Dê sua opinião sobre esta matéria.
    Envie um e-mail para redacao@acessa.com

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.