• Assinantes
  • Autenticação
  • Direitos Humanos
    Segunda-feira, 28 de junho de 2010, atualizada às 11h

    Menina Artesã completa dez anos com mais de mil jovens instruídas

    Pablo Cordeiro
    *Colaboração

    "Prezamos pela formação humana através do artesanato." Com esta afirmação, a coordenadora do programa A Casa da Menina Artesã, Maria Cláudia Magalhães, explica sobre o projeto que completa dez anos de existência nesta segunda-feira, 28 de junho. Com 1.143 meninas instruídas na arte desde 2000, o programa de assistência prima pelo trabalho aliado à escolaridade para formar uma jovem capaz de seguir os sonhos e ajudar a família.

    A iniciativa atende atualmente 102 meninas por dia, com idades entre 14 e 18 anos incompletos. Doze funcionários - entre serviços gerais, assistentes administrativos, professores de educação artística, educadores sociais, pedagogo e assistente social - atuam junto às meninas a fim de ensinar o artesanato e a cidadania.

    "O importante é a formação humana. Temos um programa com a base sólida para as famílias que participam e para a sociedade de Juiz de Fora. Somos respeitados e transparentes em relação ao repasse dos lucros para as meninas", exalta a assistente social Maria Cláudia. Além do artesanato, o conteúdo socioeducativo aborda questões ligadas à saúde, incluindo métodos contraceptivos, DST – Aids, direitos da pessoa e de cidadania, expressão oral e escrita, importância da formação escolar, autoestima, ética, postura profissional e motivação.

    A Casa da Menina Artesã é um programa executado pela Associação Municipal de Apoio Comunitário (Amac) em parceria com a Secretaria de Assistência Social (SAS) da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF).

    Encaminhamento para o mercado profissional

    Menina ArtesãAs jovens participantes do programa são encaminhadas pelos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) da região onde moram. Após dois meses em avaliação, as meninas que têm maior identificação com o programa são encaminhadas para a oficina do programa, quando permanecem por um ano. Neste período, os produtos são comercializados e 70% da renda é destinada às jovens e 30% à compra de materiais para a confecção de novas peças.

    Quatro turmas são formadas anualmente após a oficina. Para Maria Cláudia, o sucesso do programa vem justamente desse interesse na formação da jovem e de incentivo à educação. "O projeto existe para atender a adolescentes de escolaridade baixa. Cobramos escolaridade, carga horária e responsabilidade. A escola em primeiro lugar. O projeto é um complemento", explica.

    A assistente social acrescenta que, além dessa formação, um cadastro é feito para que as profissionais sejam encaminhadas a empresas quando requisitadas. "Em comemoração aos dez anos, uma empresa contratou 12 adolescentes." A Casa funciona na rua Espírito Santo, 450, Centro.

    Programação das festividades

    28/6 – Abertura da Semana de Comemorações
    Oração em agradecimento realizada pelo Padre Lélis (Capela Senhor dos Passos)
    Local: Casa da Menina Artesã
    Horário: 9h

    29/6, 30/6 e 1/7 – Lanche de Aniversário 
    Local: avenida Independência, 2267, Centro
    Horário: 19h

    2/7 – Tarde no Museu Mariano Procópio
    Visita guiada para 80 meninas e criação de um painel, feito pelas adolescentes, que será doado ao museu. O painel será confeccionado pelas meninas nos jardins do Museu.
    Local: Museu Mariano Procópio
    Horário: das 14h às 18h

    28/6 a 2/7 – Exposição e Venda dos Produtos
    Estandes com os produtos da Casa da Menina Artesã serão comercializados.
    Local: rua Morais e Castro, 300, Alto dos Passos
    Horário: 14h às 22h

    *Pablo Cordeiro é estudante do 10º período de Comunicação Social da UFJF

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.