• Assinantes
  • Autenticação
  • Direitos Humanos
    Segunda-feira, 1 de agosto de 2011, atualizada às 12h30

    Conferência de Assistência Social tem balanço positivo de discussões

    Victor Machado
    *Colaboração
    Conferência Municipal de Assistência Social

    A VI Conferência Municipal de Assistência Social foi realizada na última semana em Juiz de Fora, com representantes de instituições de assistência social, entre usuários e gestores, e autoridades. O evento debateu a consolidação do Sistema Único de Assistência Social (Suas) e a valorização dos trabalhadores da área, e apresentou propostas para melhorar o serviço na cidade.

    Para o presidente do Conselho Municipal de Assistência Social, Fernando Luís Nunes, o balanço das discussões e dos debates é positivo, já que o evento cumpriu o objetivo de apresentar boas propostas.

    Segundo ele, o papel da conferência era ter os temas debatidos de forma igualitária. "Tínhamos o propósito de debater todos os temas e sub-temas de forma igual. Esse objetivo foi alcançado da forma como queríamos. Conseguimos chegar a boas propostas para melhorar o setor da assistência social na cidade."

    Mendes acredita que é difícil destacar apenas uma proposta do evento. Mesmo assim, ele afirma que entre as principais estão a proposta para um Fórum entre os conselhos, as medidas para a erradicação da pobreza na cidade e de valorização do profissional. "É muito difícil destacar uma apenas. No entanto, tivemos boas propostas, com a participação de todos os setores envolvidos. As discussões mostraram que todos estavam envolvidos em buscar boas soluções."

    O presidente do conselho lamenta apenas a ausência de representantes do Legislativo municipal na conferência. "A única coisa que temos a lamentar é a falta de representantes do Legislativo. Nenhum deles compareceu ao evento. Seria importante para aprimorar as discussões."

    Representantes na Conferência Estadual

    O evento também serviu para definir os nomes dos delegados e suplentes que vão representar a cidade na IX Conferência Estadual de Assistência Social. Entre os governamentais foram indicados os titulares Flávia Braz, Thiago Horta e Hélio Coutinho, e os suplentes Carla Salomão, Maria das Dores Barbosa, Wesley Barbosa. Entre os usuários, o titular Flávio Lúcio da Silva e o suplente Márcio Esperidião dos Santos Calil foram indicados. A titular Valéria Martins e o suplente Ronaldo Gonçalves são os nomes dos profissionais da área e Fernando Luís Nunes e Cláudia Stumph dos prestadores de serviços.

    Sistema Único de Assistência Social

    O Sistema Único de Assistência Social (Suas) tem seis anos e foi criado através de uma resolução do Conselho Nacional de Assistência Social (CNAS). O sistema garante proteção social à família, à maternidade, à infância, à adolescência e à velhice, por meio de uma rede descentralizada que envolve gestores de 99,5% dos municípios brasileiros. As prefeituras e estados têm autonomia para gerir a assistência social, com o apoio do Governo Federal, por meio de repasses de recursos.

    Em 6 de julho deste ano, a presidente Dilma Rousseff sancionou o projeto que garante a continuidade do repasse de benefícios de transferência de renda à população vulnerável e para os serviços ofertados nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e nos Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas).

    *Victor Machado é estudante do 8º período de Comunicação Social da Faculdade Estácio de Sá

    Os textos são revisados por Thaísa Hosken

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.