• Assinantes
  • Autenticação
  • Educação

    Quatorze recursos são impetrados contra questões do PISMCursos pré-vestibulares entram com recurso para questão de Matemática do módulo I por requisitar conhecimentos do módulo III

    Pablo Cordeiro
    *Colaboração
    18/12/2009

    No último dia de realização dos módulos I e II do Programa de Ingresso Seletivo Misto (PISM) da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), 18 de dezembro, quatorze recursos foram impetrados, solicitando reavaliação de questões no processo seletivo. Segundo professores de colégios e cursos pré-vestibulares da cidade, a prova apresentou nível de dificuldade que variou entre mediano e fácil, com algumas perguntas incompatíveis ao conhecimento dos módulos, que induziram o aluno à dúvida. Os recursos provenientes da prova do dia 18 serão computados na próxima segunda-feira, 21.

    "A prova de Português estava fácil; a de Física trouxe mais teoria; e a de História foi previsível. A única mais trabalhosa foi a de Matemática, mais minuciosa e com muitos cálculos", analisa o coordenador de um curso pré-vestibular, Welson Ribeiro.

    O supervisor pedagógico da terceira série do ensino médio de um colégio de Juiz de Fora, Ronaldo Cardoso Campos, destaca que apenas a prova de Matemática tinha sido avaliada pelo departamento e que uma questão estaria incoerente com a proposta de conteúdo firmada no edital. "Nós e outros cursos pré-vestibulares vamos entrar com recurso para reavaliação da primeira questão aberta da prova de Matemática do PISM I, por pedir ao aluno conhecimento de um conteúdo apenas do módulo III [confira abaixo]. O problema pede conhecimento de funções pares e ímpares. Embora no enunciado sejam explicadas estas funções, a interpretação não está dentro do programa e para resolver, o aluno deve conhecer identidade de polinômios", explica Campos.

    enunciado da questão da prova

    Para o diretor executivo de um curso pré-vestibular, Luiz Antônio Daibert, o conteúdo abordado nas provas atendeu à expectativa dos alunos e à previsão dos professores. "O nível foi mediano, algumas questões foram mais complicadas e outras mais simples. Geografia, por exemplo, teve questões que requisitaram do aluno uma melhor leitura e compreensão dos textos." Daibert ressalta que o curso irá entrar com recurso para uma questão da prova objetiva de Literatura, por apresentar alternativas (letras "d" e "e") que induzem dubiedade ao aluno no ato de analisar as possibilidades. (Confira abaixo)

    Questão de Literatura

    Leia com atenção os textos abaixo (I e II) e responda às perguntas 6 e 7.

    Texto I:

    Incultas produções da mocidade

    Incultas produções da mocidade/ Exponho a vossos olhos, ó leitores./ Vede-as com mágoa, vede-as com piedade,/ Que elas buscam piedade e não louvores./ Ponderai da Fortuna a variedade/ Nos meus suspiros, lágrimas e amores;/ Notai dos males seus a imensidade,/ A curta duração dos seus favores./ E se entre versos mil de sentimento/ Encontrardes alguns, cuja aparência/ Indique festival contentamento,/ Crede, ó mortais, que foram com violência/ Escritos pela mão do Fingimento,/ Cantados pela voz da Dependência.

    BOCAGE, Manuel M. B. du. Sonetos. Rio de Janeiro. Ediouro, 1997, p. 31.

    Texto II:

    Tanto de meu estado me acho incerto

    Tanto de meu estado me acho incerto,/ Que em vivo ardor tremendo estou de frio;/ Sem causa, juntamente choro e rio,/ O mundo todo abarco e nada aperto./ É tudo quanto sinto um desconcerto;/ Da alma um fogo me sai, da vista um rio;/ Agora espero, agora desconfio,/ Agora desvario, agora acerto./ Estando em terra, chego ao Céu voando;/ Numa hora acho mil anos, e é de jeito/ Que em mil anos não posso achar uma hora./ Se me pergunta alguém por que assim ando,/ Respondo que não sei; porém suspeito/ Que só porque vos vi, minha Senhora.

    Luís de Camões - www.ruadapoesia.com/content/, acessado em agosto de 2009.

    Questão 7: Com relação ao sentido global dos dois poemas, pode-se dizer que:

    a) Nos dois poemas, o sujeito lírico se dirige ao leitor para revelar seus sentimentos de desânimo, de mágoa, de ressentimento e de contentamento em relação ao mundo e a sua vida.

    b) No verso 11, "Crede, ó mortais, que foram com violência"..., a expressão destacada pode ser substituída, sem alterar o sentido do poema, por "Incultas produções da mocidade".

    c) Nos dois poemas, o sujeito lírico se propõe fazer uma reflexão breve sobre a sua produção poética, e sobre a sua dificuldade de expressar em versos os seus mais nobres sentimentos.

    d) Na segunda estrofe de cada um dos sonetos, as expressões Fortuna e desconcerto constroem uma imagem metafórica da vida e do amor com uma glória, uma realização incessante.

    e) Na última estrofe dos sonetos, o sujeito lírico explica, respectivamente: o sentimento de contentamento em alguns de seus versos, e o motivo das contradições em que vive.

    Fonte: UFJF

    Em relação aos pedidos de recurso, o diretor da Comissão Permanente de Seleção (Copese), José Maria Pereira Guerra, salienta que o número sempre é esperado e que todos estão sendo analisados pela comissão. No prazo de 72h as respostas estarão disponíveis no site do vestibular.

    Toque de celular pode eliminar candidato

    Apenas um incidente foi registrado no último dia de provas. Durante a realização do concurso, o telefone celular de um candidato do PISM II tocou. No entanto, o jovem teve a permissão para realizar a prova até o final. De acordo com informações da assessoria de comunicação da UFJF, a permissão foi dada, pois a quebra de regra do edital — que proíbe posse e uso de celular — ainda será analisada pela Copese, que pode decidir pela eliminação.

    Foi registrada ocorrência, assinada pelo candidato, pelo fiscal de prova, pelo coordenador da área e por uma testemunha, que será encaminhada ao órgão responsável pelo vestibular. Mesmo que considerado eliminado, o jovem poderá mover recurso à decisão. "Como ele fez a prova até o final, se tiver o pedido de recurso deferido, não haverá necessidade de refazer o concurso", informa a porta-voz da UFJF.

    Vestibular e PISM III começam na segunda

    Na próxima segunda-feira, 21 de dezembro, começam na UFJF as provas do módulo III do Pism e do Vestibular 2010. As avaliações se estendem até a quarta-feira, 23, sempre realizadas das 14h às 18h. Além do campus universitário, o Instituto Federal-Campus Juiz de Fora, o Colégio de Aplicação João XXIII e outras sete escolas do município receberão o concurso.

    Em relação ao início das provas, Guerra ressalta que a expectativa da Universidade aponta para a mesma tranquilidade que ocorreu no PISM. "O PISM reflete o vestibular. Os pontos de maior sucesso e fundamentais para a boa realização das provas são: a atenção ao trânsito e a necessidade de se chegar mais cedo para evitar o estresse; aproveitar o final de semana para relaxar e dar uma olhada sem compromisso nas anotações; separar o material e a documentação (carteira de identidade e cartão definitivo de inscrição) com antecedência; e deixar os celulares em casa." 

    No primeiro dia de vestibular, serão 50 questões objetivas, totalizando cem pontos, das disciplinas Língua Portuguesa, Matemática, Biologia, Física, Geografia, História, Literaturas e Química. Nos dias 22 e 23, na segunda etapa, as provas serão discursivas com dez questões cada uma, de acordo com a área de conhecimento correspondente ao curso escolhido pelo candidato. Para o PISM III, no primeiro dia, o aluno irá realizar a prova objetiva com 40 questões de todas as disciplinas. Nos segundo e terceiro dias, as provas são discursivas, com 40 questões, e irão abordar os conteúdos específicos ao curso pretendido pelo aluno.

    A nota do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) poderá ser considerada no lugar da nota da primeira fase do Vestibular, caso o candidato tenha preenchido o formulário da inscrição que autoriza a instituição a usar as duas notas, e desde que a nota seja divulgada pelo Ministério da Educação até 8 de fevereiro.

    *Pablo Cordeiro é estudante do 9º período de Comunicação Social da UFJF

    Os textos são revisados por Madalena Fernandes

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.