• Assinantes
  • Autenticação
  • Educação
    Quarta-feira, 27 de abril de 2011, atualizada às 19h16

    Mais de 400 alunos da UFSJ paralisam atividades em protesto a irregularidades no campus de Sete Lagoas

    Aline Furtado
    Repórter
    Protesto de estudantes

    Cerca de 400 alunos dos cursos de Engenharia de Alimentos e Agronomia da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ), unidade Sete Lagoas, deram início, nesta quarta-feira, 27 de abril, a uma paralisação devido a irregularidades. A manifestação prossegue por tempo indeterminado.

    "Estamos nos mobilizando há dois anos e meio devido ao desvio de materiais adquiridos para equipar os laboratórios do campus de Sete Lagoas", destaca o aluno do curso de Engenharia Agronômica, Kelsen Nether. Segundo ele, os materiais foram direcionados à sede da instituição, em São João del-Rei, e vêm sendo utilizados por professores, na área de pesquisa.

    "Já estamos no quinto período e não tivemos nenhuma aula prática. Nós, alunos, não temos acesso a estes equipamentos. Não temos sequer reagentes para realizar as práticas. Temos usado sal de cozinha para este fim. Além disso, muitos estudantes, já em fase de estágios, estão chegando às empresas e centros de pesquisa sem ter tido sequer uma aula no laboratório."

    Nether afirma que a Pró-Reitoria da instituição já sinalizou de forma positiva para aquisição de novos equipamentos, mas o tempo para que os alunos tenham acesso a estes materiais é visto como um problema. "Tudo depende de um novo processo licitatório, o que deve fazer com que haja uma demora de até setenta dias para que tenhamos os equipamentos em nossos laboratórios. Além disso, temos, aqui, um problema, já que o que está em jogo é o dinheiro público."

    Diante do impasse, os estudantes definiram prazo até a próxima quarta-feira, dia 4 de maio, para que a reitoria recupere os equipamentos que se encontram na sede da UFSJ. "Caso contrário, iremos fretar um ônibus e ir até lá buscá-los. Só voltaremos às nossas atividades quando os equipamentos estiverem disponíveis para os alunos", destaca o aluno, lembrando que já foram acionados órgãos como o Ministério Público Federal, a Auditoria Interna da UFSJ, além do Conselho Deliberativo da instituição, a fim de que a situação seja resolvida.

    Obras atrasadas

    Além do problema do desvio de equipamentos, os alunos reclamam do atraso nas obras da unidade Sete Lagoas. "Estamos exigindo da reitoria o adiamento das obras que estão atrasadas, como é o caso da biblioteca, do restaurante universitário e do compartimento de alunos. Nossa intenção é fazer com que novas licitações sejam realizadas."

    A reportagem do Portal ACESSA.com tentou, sem sucesso, contato com a assessoria da UFSJ.

    Os textos são revisados por Thaísa Hosken

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.