• Assinantes
  • Autenticação
  • Educação
    Terça-feira, 8 de maio de 2012, atualizada às 17h24

    Técnico-administrativos da UFJF paralisam atividades por 48 horas

    Thiago Stephan
    Repórter
    Assembleia Sintufejuf

    Atendendo convocação feita pela Federação Nacional de Sindicatos de Trabalhadores das Universidades Brasileiras (Fasubra), os trabalhadores técnico-administrativos da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), aprovaram, em assembleia realizada na manhã desta terça-feira, 8 de maio, nova paralisação das atividades, dessa vez por dois dias: quarta, 9, e quinta, 10. A categoria já havia interrompido as atividades no dia 25 de abril.

    O objetivo da manifestação é fortalecer a campanha salarial. A categoria reivindica negociações com o governo, visando reajuste de 22% nos vencimentos, além de melhoria do piso, passando para três salários mínimos, e estabelecimento de uma política salarial com data-base. Os técnico-administrativos buscam ainda a correção de distorções na carreira, com incentivo à qualificação e ao reposicionamento dos aposentados que perderam direitos no último enquadramento.

    O presidente do Sindicato dos Trabalhadores Técnico-administrativos em Educação das Instituições Federais de Ensino no Município de Juiz de Fora (Sintufejuf), Paulo Dimas, explica a motivação da campanha salarial. "Não tivemos aumento nem correção em 2011. Todas as demais categorias tiveram reajuste, menos os técnico-administrativos e os funcionários de institutos federais", afirma.

    Ainda de acordo com o presidente, já foram definidos quais os serviços que serão interrompidos durante a paralisação de 48 horas. "Já fechamos com a própria UFJF que não haverá os serviços de transporte, os restaurantes universitários, as bibliotecas central e setoriais, as centrais de atendimento, o Centro de Ensino à Distância, os laboratórios das unidades, além da mobilidade estudantil."

    Paulo Dimas destaca que, na quinta-feira, 10, o Sintufejuf, em parceria com a Associação dos Professores de Ensino Superior de Juiz de Fora (Apes JF) e o Diretório Central dos Estudantes (DCE), realiza seminário em defesa dos hospitais universitários. "Existe a possibilidade de uma empresa privada administrar os HUs. Formamos esse movimento para impedir que isso aconteça", destaca o presidente do Sintufejuf.

    O seminário será realizado no anfiteatro da Faculdade de Odontologia, às 8h30, e contará com representantes da Fasubra, do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes), da Assembleia Nacional dos Estudantes Livres (Anel), de movimentos populares, além do diretor do Hospital Universitário da UFJF, Dimas Augusto.

    Os textos são revisados por Mariana Benicá

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.