• Assinantes
  • Autenticação
  • Educação
    Quarta-feira, 30 de maio de 2012, atualizada às 12h53

    Professores da rede privada fazem manifestação por aumento de salário

    Nathália Carvalho
    *Colaboração
    Manifestação professores privados

    Professores da rede privada de ensino realizaram uma paralisação de 24 horas nesta quarta-feira, 30 de maio, para reivindicar melhoria salarial. Durante a manhã, foi realizada uma assembleia no Sindicato dos Bancários que reuniu cerca de 300 professores. Logo em seguida, eles fizeram uma manifestação no Centro da cidade.

    De acordo com o coordenador-geral do Sindicato dos Professores de Juiz de Fora (Sinpro-JF), Flávio Bitarello, a categoria exige aumento de 6% de ganho real. "O aumento que estão oferecendo está apenas repondo os reajustes da inflação e garante só 1% de ganho real. A classe rejeita essa proposta e esperamos que haja avanço nas negociações, porque o salário está defasado há bastante tempo." Ele comenta ainda que, dependendo do posicionamento dos donos das instituições, há chance de novas paralisações acontecerem.

    A paralisação desta quarta reuniu grande parte das instituições de ensino privado da cidade e, para Bitarello, contou com uma participação importante da classe. "A presença dos professores particulares nessa luta é fundamental para a mesa de negociação e demonstra a força da categoria. Exigimos mais respeito e reconhecimento do trabalho. As escolas precisam desses profissionais." O coordenador garante que mais de 30 instituições ficaram sem aulas durante o dia, incluindo as principais escolas particulares da cidade.

    *Nathália Carvalho é estudante do 8º período de Comunicação Social da UFJF

    Os textos são revisados por Mariana Benicá

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.