• Assinantes
  • Autenticação
  • Educação
    Quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018, atualizada às 10h13

    Reitor da UFJF anuncia retomada das obras do HU

    Da redação

    Durante coletiva de imprensa na tarde da última terça-feira, 27 de fevereiro, o reitor da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Marcus David afirmou que a administração superior está empenhada para a retomada das obras do Hospital Universitário (HU).

    Segundo a assessoria da universidade, Marcus David iniciou a reunião esclarecendo que toda a operação desencadeada pela Polícia Federal (PF) em parceria com o Ministério Público Federal (MPF), na última quarta-feira, 21, ocorreu fora de unidades da UFJF. Para o reitor, isso se deve ao fato de que todos os esclarecimentos que haviam sido solicitados, tanto pelo Tribunal de Contas da União (TCU) quanto pelo MPF, foram prontamente disponibilizados. O reitor também explicou que a operação foi originada por um levantamento feito pelo TCU. Da parte da UFJF, no âmbito administrativo, foram feitos todos os esforços para sanar os problemas identificados pelo TCU, regularizar a situação e organizar processos para eventual apuração de irregularidades.

    Segundo ele, "à época, o projeto apresentava área de cerca de 44 mil m², com 342 novos leitos e valor inicial aproximado de R$ 160 milhões. Termos aditivos e apostilamentos de ajustes de valor elevaram o orçamento total para R$ 274 milhões, dos quais foram empenhados R$ 129 milhões e liquidados R$ 100 milhões. Em julho de 2015, a Tratenge, empresa responsável pelo início das obras, informou sobre a desmobilização do canteiro, suspendendo o contrato por falta de pagamento. Em agosto do mesmo ano, um relatório preliminar de auditoria do TCU sugeriu a devolução dos valores pagos por parte da empresa contratada, em função de problemas encontrados. Em novembro de 2015, a obra foi suspensa pela UFJF".

    Ações da gestão

    Do valor empenhado que deveria ter sido pago originalmente à empresa contratada, há restos a pagar de cerca de R$ 29 milhões que, somados a créditos adicionais de aproximadamente R$ 15 milhões, resultam em recursos disponíveis para a conclusão das obras no valor de R$ 44 milhões.

    Diante desse valor, a atual Administração Superior instituiu, em maio de 2016, assim que assumiu, a Comissão de Análise e Viabilidade da obra do HU, que finalizou seus trabalhos em agosto de 2016, indicando a retomada das obras em fases, dando prioridade aos serviços já existentes e mais necessários.

    Em novembro de 2016, diante de solicitação do TCU, obras para resguardar a parte já executada da ampliação foram iniciadas. Em janeiro de 2017, instaurou-se processo administrativo para identificar e quantificar danos relativos aos serviços que necessitaram ser refeitos ou corrigidos em decorrência do tempo de paralisação da obra.

    Lançamento do edital

    Atualmente, técnicos da UFJF e da Ebserh reúnem-se periodicamente para identificar as necessidades atuais do HU e redefinir as adequações ao projeto. A Advocacia Geral da União (AGU) já se manifestou favoravelmente à liberação dos restos a pagar para o reinício das obras. A UFJF aguarda garantia do Ministério da Educação (MEC) para que os recursos financeiros sejam alocados de forma a cumprir os créditos orçamentários necessários para a retomada. A previsão é de que o lançamento do certame ocorra em junho de 2018.


    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.