Juiz de Fora - MG

Terça-feira, 14 de setembro de 2010, atualizada às 15h22

Plantão vai apurar crimes eleitorais no dia da eleição

Clecius Campos
Repórter

A Justiça Eleitoral vai funcionar em esquema de plantão no dia 3 de outubro, quando haverá as eleições. Em Juiz de Fora, os seis cartórios eleitorais, representados por seus juízes, irão prestar atendimento à população e tomar medidas que coíbam os crimes eleitorais. Além dos magistrados, todos os servidores do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) em Juiz de Fora estarão trabalhando.

O expediente começará às 7h, sem previsão para terminar. Juízes, servidores, mesários e Polícia Militar (PM) — responsável pela segurança nas eleições — só finalizam as atividades após o encerramento total da apuração e a transmissão dos dados para o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

A Ouvidoria Eleitoral da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB)/4º Seção funcionará até o último dia em que a propaganda eleitoral é permitida, 2 de outubro. De acordo com o ouvidor da OAB, Marco Aurélio Lyrio Reis, desde o lançamento do serviço, em 30 de agosto, nenhuma denúncia foi encaminhada ao órgão. Ele afirma que a OAB percebe irregularidades, principalmente no que se refere à propaganda eleitoral em espaço público, mas que a ordem não tem poder de fiscalização. "A OAB orienta que a população encaminhe as denúncias. É papel do eleitor votar e ajudar na fiscalização da propaganda eleitoral."

Os textos são revisados por Thaísa Hosken

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.