• Assinantes
  • Autenticação
  • Esporte

    O inédito ouro pan-americano de Bia Ferreira

    Nome do Colunista Isabele Barbosa 15/08/2019

    A boxeadora da cidade de Salvador e radicada em Juiz de Fora derrotou a pugilista argentina Daiana Sanchez na final dos Jogos Pan-Americanos de Lima (Peru). Beatriz Ferreira, a Bia, conquistou o ouro inédito na categoria de 60 kg. Com um sotaque carregado, a pugilista contou um pouco sobre a sensação de trazer a medalha para o Brasil:

    “Eu já estava muito feliz de ter conseguido classificar e participar dos jogos Pan-Americanos. É um evento que todos os atletas de alto rendimento têm o sonho de participar. Se não é o Pan, é a Olimpíada. E fui muito feliz só de estar lá. E eu sabia que eu podia conseguir uma medalha. É claro que a gente almeja sempre a medalha de ouro e, quando eu vi que a chance era real, eu não acreditei. É muito gratificante!”

    Bia Ferreira quebrou um jejum de doze anos sem medalha na modalidade. O último ouro havia sido conquistado pelo boxeador Pedro Lima, no Pan do Rio de Janeiro, em 2007. A categoria feminina é recente, já que essa foi apenas a terceira participação em Pan-Americanos. A atleta, portanto, não escondeu a felicidade de ter vencido a luta e conquistado a marca de ser a primeira brasileira a ganhar uma medalha de ouro no boxe.

    A estreia de Bia Ferreira nos ringues foi com 18 anos, mas o início da paixão pelo boxe começou ainda na infância, quando assistia os treinamentos do pai, Raimundo Oliveira Ferreira, que é ex-pugilista:

    “Me apaixonei pelo boxe e comecei a treinar desde novinha. Depois que comecei, não parei mais. Escolhi como profissão. Hoje eu sou atleta da Seleção Brasileira e atleta da Marinha do Brasil. Eu estou tendo sucesso na minha carreira. Nesses três anos como titular da Seleção, ganhei vários campeonatos. Eu amo o boxe e, se você trabalha com amor, você está sempre se divertindo.”

    Após a participação no Pan-Americano de Lima, Bia voltou para Juiz de Fora e agora está focada nos treinamentos para as Olimpíadas de Tóquio em 2020. A meta é continuar conquistando medalhas para, assim, permanecer sempre no lugar mais alto do pódio.

    Alice Couto e Isabele Barbosa são estudantes de jornalismo pelo Ces-JF. Apaixonadas por esporte, mantém juntas o blog e Instagram @chuteirasmarias. As Chuteiras Marias têm o objetivo de falar de todos os esportes e somar mais mulheres a esse tema ainda tão restrito.

    Os autores dos artigos assumem inteira responsabilidade pelo conteúdo dos textos de sua autoria. A opinião dos autores não necessariamente expressa a linha editorial e a visão do Portal ACESSA.com

    A Melhor Internet Está Aqui

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.