• Assinantes
  • Esporte
    Segunda-feira, 14 de outubro de 2013, atualizada às 15h28

    Zagueiro do Mixto-MT apresenta melhora e deve ter alta nos próximos dias

    Lucas Soares
    Repórter
    Kall

    O zagueiro do Mixto-MT, Fabrício Pedreira de Jesus Costa, conhecido como Kall, que foi agredido na madrugada do último dia 7 de outubro, na saída de um bar no Centro de Juiz de Fora, e estava internado com traumatismo craniano no Hospital de Pronto Socorro (HPS), deve ter alta nos próximos dias.

    De acordo com informações da Secretaria de Saúde da cidade, o jogador já deixou o CTI e se encontra na enfermaria masculina do HPS, além de apresentar uma melhora considerável e estar menos confuso em relação à semana passada.

    O médico do Tupi, José Roberto Maranhas, que acompanhava o caso, disse que é uma questão de dias até Kall deixar a cidade. "Ele está bem, pronto para ter alta. Está apenas esperando a liberação das passagens vindas da CBF para viajar", afirma.

    Agressão covarde

    As investigações da Polícia Civil (PC) apontam que o autor, um jovem de 23 anos, agrediu de forma gratuita o jogador do Mixto. Segundo o depoimento do segurança do bar, o rapaz é frequentador do local e, na mesma noite, tentou sair sem pagar uma comanda de R$ 20. Após intervenção dos seguranças, o jovem pagou a comanda e foi retirado. No entanto, o suspeito, juntamente com outros amigos, ficaram nas redondezas do bar. Quando Kall e outros dois jogadores da equipe mato-grossense saíram do estabelecimento e foram fazer um lanche nas proximidades, o zagueiro foi agredido com um soco de forma covarde e gratuita.

    O inquérito policial foi instaurado e o suspeito denunciado por lesão corporal grave. A PC ainda espera o depoimento de dois zagueiros do Mixto, que estão a caminho de Juiz de Fora, e tenta localizar e identificar os amigos do autor.

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.