• Assinantes
  • Autenticação
  • Tecnologia

    A síndrome do Myspace Novo programa de relacionamento, que inclui fotolog, videolog e blog vira mania pelo mundo e já possui adeptos em Juiz de Fora

    Ricardo Corrêa
    Repórter
    08/06/2006

    Ele é uma espécie de "Orkut turbinado" e está virando febre no mundo inteiro. O nome, acostume-se, pois irá ouvir falar muito dele nos próximos meses: My Space.com (Conheça). Há quem chame de rede de relacionamento, mesmo nome que seu dá aos sites como o orkut, mas o My Space.com é mais do que isso.

    No mesmo ambiente, além da rede de contatos com amigos, pode-se utilizar uma espécie de blog, fotolog, videolog e audiolog, ou seja: disponibiliza-se textos, fotos (incluindo slides), vídeos e áudios. Neste ambiente, é possível deixar suas opiniões, conhecer e reconhecer amigos e encontrar aqueles que têm gostos em comum. E com uma vantagem: o programa pode avisar se a pessoa está ou não está online naquele momento.

    Tantas opções já fazem muitos juizforanos aderirem a essa nova mania da rede mundial e computadores. Principalmente quem gosta de música. Um deles é Diego Werpel, barman de 23 anos. Ele sempre teve fotologs, está cadastrado no orkut e é utilizador avançado de programas de bate-papo como o MSN. Há duas semanas entrou no Myspace, após visitar o Orkut de um amigo. "Achei interessante por possuir um formato que possibilita unir a globalização de serviços como o Orkut e blog com a característica de ser possível caracterizar o Myspace como páginas pessoais de web", explica Diego, referindo-se ao fato de que o Myspace permite que cada um crie seu próprio layout, seu endereço, e defina o que vai disponibilizar nas páginas. E ele já definiu o que tem na sua.

    "No meu Myspace eu coloquei vídeos que eu gosto bastante e fotos de cd e filmes também. Blog tambem é legal. Eu utilizo vídeos da internet mesmo. Tem como colocar vídeos pessoais, mas ainda não sei fazer.

    Diego Werpel explica que não se importa com a perda da privacidade que um site de relacionamento ou blog e fotolog pode proporcionar. E dá um motivo simples: "Não me importo não. As pessoas só ficam sabendo coisas que eu permito que elas saibam", conta Diego, que usa o serviço com limitações.

    "Eu utilizo o Myspace mais para poder conhecer artistas novos e desconhecidos e nao costumo adicionar pessoas que eu não conheço não. Mo meu eu só tenho pessoas que conheço e artistas que gosto, por enquanto".

    O juizforano é relativamente velho na internet. Diego já está há seis ou sete anos na rede e usa a maioria dos programas famosos na web. E avisa que não vai parar por aí. "E se aparecer outras coisas legais participo tambem".

    O uso profissional

    Quando disse que conheceu o Myspace.com ao entrar em um perfil de um amigo, Diego Werpel estava se referindo ao Dj Jota Jota, residente em uma casa noturna da cidade. O amigo de Diego utiliza profissionalmente o serviço e começou a se embrenhar por essa nova mania há quatro meses.

    "Fiquei sabendo do Myspace através de profiles (perfis) de artistas como Dj Hell, Tiga, Lcd Soundsystem. Todos os mais antenados já estão", explica Jota Jota, que não entrou assim, de cara.

    "Confesso que relutei um pouco para entrar pois não queria mais uma página para movimentar além das várias que eu já tenho. Mas quando comecei analisar com calma vi as vantagens, especialmente para quem trabalha com música. Fazendo sign up como artista você pode disponibilizar até quatro faixas para o internauta ouvir e/ou baixar (se disponibilizar para download)", diz o dj que coloca no Myspace as músicas que toca ou que fazem parte de alguns dos seus sets disponíveis na íntegra para download.

    O fato de permitir que as pessoas tenham contato com seu trabalho é o que fez diferença na hora em que Jota Jota decidiu entrar no Mypace.com.

    "A grande vantagem é ter mais pessoas ouvindo o que você faz ao toque de um click e a um custo zero. E todo mundo sabe que, hoje em dia, o maior veículo de divulgação pra quem trabalha independente ou não é a internet. Outra grande vantagem é que o serviço ainda está vinculado a pessoas que se interessam por música, ainda sendo possível fazer contato com quem realmente tem a ver com o seu meio sem sofrer com os outsiders como aconteceu com o orkut e o fotolog", diz Jota Jota, que lembra ainda não ter visto desvantagens na utilização do serviço.

    "Se você usar aquilo de uma maneira objetiva, não perde a privacidade não". Jota Jota ainda aproveita para fazer amigos através do programa.

    "Tenho vários que conheço de verdade e também muitos virtuais. É interessante conhecer pessoas de outros países que têm o mesmo gosto ou opinião que você", explica.

    Polêmicas

    Enquanto não chega com força no Brasil (as páginas ainda possuem instrução em inglês), o Myspace.com repercute pelo mundo à fora. E nem sempre bem. Recentemente, nos Estados Unidos, foi definido que apenas maiores de idade poderiam utilizar o site. Isso aconteceu depois que vários crimes foram cometidos por pessoas que freqüentavam as páginas do serviço. Depois disso, os responsáveis pelo Myspace.com eliminaram perfis suspeitos e perigosos, evitando provocações racistas ou de ódio explícito. Assim como acontece com o orkut, o Mypace.com é utilizado por todo tipo de gente. Com boas e más intenções. E por isso é sempre bom ficar de olho.

    A Melhor Internet Está Aqui

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.