Oportunidade para criação de software
Concurso voltado para alunos do curso de informática
pode garantir reconhecimento nacional

Ludmila Gusman
20/09/02

Se você é estudante de informática ou participa de alguma empresa recém-criada que produz softwares voltados para negócios, tem agora a chance de se tornar conhecido nacionalmente. Basta se inscrever no COJEM - Concurso Nacional Jovem Empreendedor de Software, promovido pela Sociedade Softex. O objetivo é incentivar projetos, criação de novas empresas e o desenvolvimento de inovações tecnológicas. O vencedor terá a oportunidade de receber todo o apoio financeiro necessário para executar a idéia e criar condições de comercializar o produto.

O primeiro colocado receberá R$ 7 mil e o segundo, R$ 5 mil. O prêmio é oferecido pelo CNPq e garantirá a participação em congressos, cursos, feiras, estágios e visitas a incubadoras no Brasil e no Exterior. "Há ainda grande chance do premiado entrar em uma incubadora e, além do prêmio em dinheiro, ter toda infra-estrutura física para desenvolver seu projeto", diz o gerente do Agente Genesis Softex em Juiz de Fora, Eduardo Gonzaga de Oliveira Guedes.

As inscrições que terminariam no dia 15 foram prorrogadas até o dia 25 de setembro. Segundo Eduardo, a relação dos participantes e a divulgação dos projetos inscritos só serão disponibilizados após essa data. "Nossa expectativa é receber até dez inscrições. Mas torcemos para que esse número seja maior", diz o gerente. Ele destaca ainda que, se Juiz de Fora for contemplada no concurso, além do reconhecimento nacional, o título oferecerá a oportunidade de investimentos. Atualmente, o Agente Genesis Softex em Juiz de Fora possui nove empresas incubadas. Além disso, já passaram por lá 13 empresas que hoje já atuam no mercado.

Como é o concurso
O COJEM é dividido em duas categorias: Jovem Empreendedor e Empresas Emergentes. A única exigência é que os participantes estejam cursando Informática. Se algum universitário estiver em outro curso e quiser participar, deverá se inscrever em parceria com o aluno que esteja matriculado no curso de Informática. O mesmo acontece com as empresas. Para participar, é imprescindível que elas tenham sido criadas nos últimos dois anos por alunos ou ex-alunos do curso de Informática. "Isso acaba restringindo muito a participação. Mas como o objetivo é criar demanda nesta área de softwares voltados para negócios essa regra é necessária", comenta Eduardo. O primeiro COJEM foi realizado em 1998. Segundo o gerente de Juiz Fora, já existem discussões para torná-lo anual, o que possibilitará um número maior de participação.

Antes da etapa nacional, haverá a seleção regional. Todos os candidatos inscritos em Juiz de Fora e região passarão por uma pré-seleção com um júri formado por professores da UFJF, consultores do Sebrae e do CRITT. Serão escolhidos dois nomes de cada categoria (estudantes e empresas), que concorrem em âmbito nacional com outros participantes. A terceira etapa do COJEM é o Grande Júri, ocasião em que serão apresentados os finalistas e ocorrerá a definição dos vencedores. O resultado final será divulgado dia 3 de dezembro de 2002.

Prazos

  • Inscrições, preenchimento do formulário, pagamento e comprovação depósito - até 25 de setembro de 2002. As inscrições poderão ser feitas pelo site www.fumsoft.softex.br.

  • Entrega do Plano de Negócio ao Agente SOFTEX em Juiz de Fora (Campus Universitário) - até 15 de outubro de 2002.

  • Agentes locais SOFTEX indicam à Fumsoft os Planos de Negócios que disputarão nacionalmente - até 30 de outubro de 2002.

  • Divulgação dos quatro indicados (dois em cada categoria) para a disputa do Grande Júri - 18 de novembro de 2002.


  • Realização do Júri / Entrega dos Prêmios - 3 de dezembro de 2002.

    Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.