• Assinantes
  • Autenticação
  • Casa
    Decore sua casa com um lindo aquário
    Você não vai gastar mais que 30 minutos, no mês, para cuidar do peixinho... Quanto menor o aquário, mais trabalho!

    Djenane Pimentel
    03/11/04

    O biólogo Celso Varela Rios dá dicas para quem está querendo comprar um aquário: fala sobre peixes, alimentação e limpeza. Confira!

    Ouça! Ouça! Leia!

    Foto:ilustração

    Além de um belo enfeite para decorar a casa, todos que possuem aquários afirmam que a presença de um peixinho (ou vários) no dia-a-dia transmite paz e bem-estar fora do comum.

    Se você sempre gostou de aquários, mas tinha medo de possuir um, chegou a hora de realizar o sonho e, talvez, até começar um novo hobby.

    O arquiteto Klaus Chaves Alberto informa que a primeira coisa a fazer, quando se decide comprar um aquário, é saber exatamente onde colocá-lo. "Deve-se respeitar questões técnicas, como o local de passagem numa casa. É importante colocar o aquário em um lugar onde não atrapalhe ninguém", avisa.

    Segundo ele, existem clientes que gostam de exibir o aquário em uma sala, por exemplo, para poder dividir com os amigos a beleza que possui em casa. "Por outro lado, existem os introspectivos, que não gostam de chamar a atenção e preferem o aquário no quarto, como se fosse um quadro em movimento", diz.

    Foto:ilustração

    Algumas pessoas, mais ousadas, diríamos, possuem aquários como se fossem verdadeiros quadros, em suas paredes. Um projeto deste porte, de acordo com Klaus, é simples, dependendo somente de uma boa execução do vidro com a alvenaria. "Porém, pode ser um pouco complicado no momento de se retirar o aquário para limpar, ou mesmo se houver a necessidade de alguma manutenção na parede, como a pintura, por exemplo".

    Tamanho não é documento
    Foto:ilustração "O tamanho do aquário também deve ser bem pensado, não só pelo espaço que vai ocupar, mas também pelo trabalho que pode dar", ressalta Klaus.

    Mas, segundo o biólogo e proprietário da loja Aquacenter, Celso Henrique Varela Rios, a verdade é que quanto menor o aquário, mais trabalho ele dará, e não o contrário.

    "Aquário pequeno dá mais trabalho, por vários motivos: a água fica suja rápido, deve-se limpar com mais freqüência, e o peixe fica mais agressivo e estressado, podendo morrer com mais facilidade. Além disso, se a pessoa erra na quantidade de comida, o que é normal ocorrer até que se aprenda direitinho, em um aquário pequeno a água vai ficar turva, dar mal cheiro e pode matar o peixe. Já no aquário grande, isso passa despercebido", informa Celso.

    Foto:ACESSA.com O biólogo, que pratica o hobby do aquarismo desde os quatro anos de idade, não aconselha aquários muito pequenos, ainda mais para os leigos. Mas, se a pessoa não tiver muito espaço para ocupar um aquário maior, ele dá a dica: "Neste caso, seria interessante o Beta, um peixe agressivo, que não se dá bem com os outros e tem que ficar sempre sozinho. Mas ele é muito bonito, colorido, e possui barbatanas grandes, que chamam a atenção", diz.

    Um aquário de 20 a 25 cm é suficiente para o peixe Beta, que pode viver uma média de três a cinco anos. Se o cliente quiser uma aquário comunitário, com vários peixes, Celso aconselha os que vão de 50cm até 1,5m, caso tenha espaço suficiente. "A manutenção é mínima, se resume a 30 minutos por mês", garante.

    Foto:ilustração Celso esclarece, para os que têm medo de comprar um aquário, que é preciso desmistificar que aquarismo dá muito trabalho e que peixes morrem facilmente. "Tenho peixes, em casa, com 12 anos de idade. Acima de tudo, é preciso que o lojista saiba dar orientação ao cliente. Ele deve sempre informar, tendo em vista dúvidas como a alimentação dos peixes; qual o melhor lugar para se colocar o aquário; que tipo de aquário é o ideal para aquele tipo de cliente etc".

    Segundo Celso, muitos lojistas não sabem informar ou não têm a visão de que mais vale vender um aquário e passar dez anos vendendo ração, peixe e equipamentos para este cliente, do que vender um monte de aquários sem dar as informações corretas. "Os peixes destes clientes vão acabar morrendo; eles voltam e compram novamente, uma ou duas vezes, mas logo desistem. Daí a fama de difícil e o enfraquecimento do hobby", destaca.

    Leia Mais:

  • Conheça o passo-a-passo para ser um aquarista
  • Cuidando do seu aquário

    Dica: Você pode encontrar mais informações sobre este tema no endereço: www.aquaonline.com.br.

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.