• Assinantes
  • Autenticação
  • Mulher

    Importância do planejamento na rotina das mães


    Bárbara Fonseca 30/05/2020

    A gente que é mãe se planeja para tudo, não é? Planejamento é o nosso sobrenome. Sair de casa já é evento pra uma super mala, voltar a trabalhar, estudar, nem se fala. Aqui em casa eu sou a louca do relógio. Durmo com o celular do lado para olhar as horas antes de atender a qualquer demanda. Todo sinal, toda atividade é rotina e os acontecimentos seguem os ponteiros. Não tem muita novidade. Acordar, fralda, mamá, comida, banho, dormir. Chorou? Olha o relógio. Se não for hora do lanche é hora do sono. A maternidade é também ter um bom planejamento diário e não se perder entre as tarefas. Acompanhar o relógio e fazer dele seu chefe supremo.

    Algumas mudanças na rotina ocorrem por causa dos saltos de evolução. Se o bebê está passando por um deles você terá novidades. Não se trata de tempo livre para ir ao salão fazer uma hora de massagem... Mas pode ser coisa boa, sim! Por exemplo, longas noites de sono, das quais você sequer se lembrava. Que maravilha! Uma vez, no parquinho do prédio um papai disse assim “eu acho que a festa de um ano é tão esperada porque é quando os pais comemoram que vão conseguir dormir a noite toda”. Foi engraçado, afinal. Na verdade, não é bem assim uma noooite tooooda, mas esse dia chega!

    Os cochilos diurnos são intervalos valiosos para as mães. É nesse momento que podemos organizar tarefas domésticas, realizar algum ritual de autocuidado, fazer ligações, pagamentos, checar os emails. É claro que só de enumerar as tarefas o cochilo já acabou e começa tudo outra vez... Então, não se iluda. Nenhuma mãe é capaz de deixar a casa em ordem, trabalhar e antecipar as demandas do bebê ao mesmo tempo. Alguém ajuda, em muitos casos, mais de uma pessoa contribui. Quando não há ajuda, coisas ficam por fazer.

    No entanto, é importante não se colocar no papel de vítima das circunstâncias. Se deixará tarefas sem fazer, saiba que haverá consequências, muitas vezes caóticas, e “let it go”! Saiba também com quem pode contar e delegue, mesmo que a situação pareça não estar sob controle, compartilhe as responsabilidades. Ser mãe é ser chefe de uma tribo, CEO da sua equipe!

    Por fim, faça um quadro de horários com distribuição das tarefas, incluindo você, o bebê e os demais membros da família: marido, avós, outros filhos. Distribuir as tarefas e quem as executa de maneira clara e visível ajuda a equilibrar as funções e a perceber onde é preciso intervir em busca do equilíbrio. Deixei um destaque bem legal no meu IG @babirfc para quem quiser receber uma planilha prontinha desse planejamento, adaptável à sua rotina. Te espero por lá, até a próxima!

    Bárbara Fonseca é mãe do Vitor, de um ano. É jornalista inquieta e questionadora, que publica seus pensamentos em blogs e redes sociais, enquanto divide o tempo entre a maternidade e uma nova graduação em Nutrição.

    Os autores dos artigos assumem inteira responsabilidade pelo conteúdo dos textos de sua autoria. A opinião dos autores não necessariamente expressa a linha editorial e a visão do Portal ACESSA.com

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.